O entendimento

Homéro Ferreira

COLUNA - Homéro Ferreira

Data 22/05/2021
Horário 03:38

A reunião sobre a iluminação pública de Presidente Prudente deu a entender que existe a necessidade de melhor alinhamento entre a administração municipal e a empresa Ilumina, prestadora dos serviços de manutenção em mais de 36 mil pontos.

A NECESSIDADE
Proposta pelo presidente da Câmara Municipal, Demerson Dias (PSB), e aprovada pelos demais vereadores, a reunião surgiu da necessidade de buscar esclarecimentos sobre atendimento aos consumidores, especialmente em relação às lâmpadas queimadas.

DUAS PRESENÇAS
Realizada ontem de manhã e aberta à população em canal no YouTube, a reunião contou com as presenças do secretário municipal de Obras e Serviços Públicos, Marcos Augusto Frois, e do gerente de atendimento ao cliente da Energisa, Carlos Eduardo Mariano.

O LAMENTO
A Ilumina enviou ofício com várias informações e lamentou não ter sido convocada pelo setor de obras da Prefeitura, conforme constava do requerimento de convocação da reunião. Fato confirmado pelo secretário, dizendo ter sido um lapso.

A INSATISFAÇÃO
Demerson manifestou publicamente a sua insatisfação com a ausência de representante da Ilumina, diante do entendimento de que, mesmo que não convocada oficialmente, estava sabendo da reunião; tanto é que enviou o ofício para justificar a ausência.

FALTA SINTONIA
Outros vereadores também lamentaram a ausência da Ilumina e sobre as lâmpadas queimadas e lâmpadas acesas durante o dia, a maioria entendeu estar faltando sintonia entre o serviço 156 da Prefeitura e a prestadora dos serviços.

A DEMORA
Em suas relações diárias com as comunidades nas quais atuam, vereadores disseram que os moradores reclamam da demora no atendimento às reclamações feitas pelo 156; bem maior que o prazo de 15 dias previsto pela Prefeitura, chegando a 60 dias ou mais. 

OS VEREADORES
Além de Demerson, compareceram à reunião os vereadores Mauro Neves (Pode), Joana D´Arc (PSB), Miriam Brandão (Patriota), Ivan Itamar (PSB), Nathalia Gonzaga (PSDB), Joãozinho da Saúde (DEM) e Professor Negativo (Pode).

SEM ENTRAVES
Sem interrupção na pandemia e sem interferência política, o agronegócio alcança recordes no Brasil e também em Presidente Prudente, conforme levantamento do Oeste Agropecuário, que mostra o crescimento das exportações. 

BEM SIGNIFICATIVO
A produção jornalística de boa qualidade de Cristiano Machado nas páginas de O Imparcial destaca que nos primeiros quatro meses deste ano, a exportações aumentaram 40,9%; sendo os maiores volumes em açúcar, couro e carne bovina. 

MILHÕES DE DÓLARES
Os negócios em exportações em Prudente, de janeiro a abril, movimentaram mais de US$ 37,4 milhões, tendo como principais compradores a Suíça, Reino Unido, China, Itália e Estados Unidos. 

AJUDA FEDERAL
A vereadora Joana D´Arc conta ao Plantão sobre a ajuda de R$ 90 mil ao HRCPP (Hospital Regional do Câncer de Presidente Prudente), para manutenção e custeio, através de emenda parlamentar do deputado federal Ricardo Izar (Progressistas) junto ao Ministério da Saúde. 

Veja também