O que é mais vantajoso: caminhar ou correr? 

O educador físico Vitor Vomstein garante que ambas são eficazes e a diferença está na intensidade que automaticamente o próprio corpo pede

Esportes - OSLAINE SILVA

Data 15/06/2021
Horário 05:30
Foto: Jéssica Ackawanne
 Antes de iniciar qualquer atividade física é importante procurar a ajuda de um profissional
 Antes de iniciar qualquer atividade física é importante procurar a ajuda de um profissional

Nesse período de pandemia, as pessoas estão passando mais tempo em casa por conta do isolamento social, cenário que pode favorecer ainda mais o sedentarismo, principalmente entre aqueles que estão trabalhando de forma remota. Com o objetivo de mudar isso, são muitos o que incluem em sua rotina a caminhada ou a corrida, que, além de movimentar o corpo, ajudam a espairecer a mente. Mas, afinal de contas, qual dessas práticas é mais vantajosa para a saúde? 
Vitor Vomstein, 29 anos, educador físico e proprietário do box de crossfit Caverna Centro de Treinamentos, expõe que ambas são eficazes e a diferença está na intensidade que automaticamente o próprio corpo pede.
Porém, ai é que precisa atenção. Ele enfatiza que antes de iniciar qualquer atividade física é importante procurar a ajuda de um profissional que é quem vai saber se o interessado consegue ou não estar dando esses estímulos. 
“Para quem nunca praticou nenhuma atividade física a gente aconselha iniciar com uma caminhadinha e aos poucos vai intensificando. Contudo, é interessante estar fazendo um trabalho de fortalecimento, com uma musculação, por exemplo, sempre acompanhado de um profissional para evitar qualquer tipo de lesão, de problema articular, até mesmo na coluna. Ou qualquer outro contratempo que pode acontecer sem os devidos cuidados”, alerta Vitor.

Tudo depende da intensidade

Segundo ele, obviamente que quem faz corrida terá um gasto energético maior do que aquele que faz somente caminhada. Por conta exatamente da intensidade. Logo, o ganho é maior. O que não quer dizer que a caminhada não vai surtir efeito, resultado para aquela pessoa sedentária, por exemplo. 
“Contudo, repito. Vai chegar uma hora que vai estagnar e automaticamente a pessoa vai querer, vai tentar entrar com a corrida que também vai estacionar e vai ter que ir aumentando a dificuldade, alternando o tempo. E isso quem vai saber preparar é um profissional de educação física”, acentua o educador.
Vitor acentua que o tempo, frequência e distância do trajeto deve ser determinado por um profissional porque ele vai saber a hora de dosar alta intensidade, baixa intensidade. Hoje vai fazer uma hora de atividade, amanhã 15 minutos... Ou seja, tem que colocar sempre na balança e sempre fazendo fortalecimento.

Tipo de pisada correta?

De acordo com Vitor, as pessoas acham que por fazer só uma caminhada, ou outro exercício “simples”, de baixo impacto por conta própria não precisa fortalecer. Ai lesiona e não sabe por quê. Muitos não sabem, mas Vitor salienta que para uma simples caminhada, por exemplo, existe o tipo de pisada correta, assim como o tipo de tênis para cada pisada. 
“É importante, é fundamental fazer um fortalecimento antes da caminhada ou corrida para preparar um pouco a musculatura para aguardar o impacto. Um exemplo, às vezes a pessoa está com sobrepeso, e aquele impacto no calcanhar ou até mesmo no tornozelo, no joelho interfere bastante. De repente não chega a ser nem uma lesão, mas a dor na sola do pé [que chamamos de fascite plantar] pode ser causada pelo tênis errado, a famosa canelite [inflamação dos músculos da canela]. E isso tudo tem como prevenir, como evitar”, destaca o educador físico. Sabia que além de um fisioterapeuta, ou de um vendedor capacitado é o educador físico quem também saberá indicar qual o tênis mais apropriado para cada pisada, se plana, neutra, pronada, supinada? Vitor explica que primeiro nem sempre o mais caro é o melhor para a pisada de cada um. “O tênis influencia muito no resultado tanto na caminhada quanto na corrida. E em outras atividades também. Eu falo isso porque venho do atletismo e eu precisava comprar um tênis específico para o meu tipo de pisada porque eu estava tendo dor na lombar e não sabia de onde estava vindo”, frisa o ex-corredor de atletismo que começou brincando correndo na rua, foi pegando gosto e por 8 anos ficou nessa brincadeira.

Foto: Freepik - O tipo de tênis correto para cada pisada deve ser levado em consideração para um bom resultado em qualquer atividade física

 


 

Veja também