Obras em trevo da SP-270, em Venceslau, são iniciadas

Depois de ser notificada e multada pela Artesp, concessionária dá início a melhorias em alça de acesso localizada no km 618 mais 800 metros da Rodovia Raposo Tavares

REGIÃO - BRUNO SAIA

Data 07/12/2016
Horário 09:47
 

Foram iniciadas ontem as obras de implantação da faixa de aceleração na alça de acesso do dispositivo localizado no km 618 mais 800 metros da Rodovia Raposo Tavares (SP-270), em Presidente Venceslau. A informação é da Cart (Concessionária Auto Raposo Tavares), responsável pelos trabalhos, que ressalta ainda que a intervenção ocorre das 8h às 18h, no sentido oeste da rodovia e que o prazo para a realização das obras é de 15 dias.

"As melhorias do dispositivo localizado no trevo do município estão dentro do prazo estabelecido pela concessionária no último mês. Para orientar os motoristas, os locais estarão devidamente sinalizados e, em caso de chuva, o serviço será reagendado", destaca nota encaminhada pela Assessoria de Imprensa da Cart.

A empresa ressalta ainda a necessidade de atenção redobrada dos motoristas no local, pois serão necessárias intervenções como desvios, redução da velocidade e estreitamento de pista. "A orientação ao condutor que passar pelo trecho durante o período é redobrar a atenção à movimentação de veículos e não parar sobre a pista para observar o procedimento; a atitude aumenta o risco de acidentes, principalmente de colisão traseira", destaca o texto.

 

Notificação e multa


Em reportagem publicada por O Imparcial, a Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) informou que a obra da alça de acesso da SP-270, na altura do km 618 mais 800 metros, não está de acordo com o projeto apresentado pela Cart e que havia sido aprovado pela agência. "Por conta disso, a Artesp destaca que a concessionária já foi notificada e multada", ressaltou o texto encaminhado pela Assessoria de Imprensa do órgão fiscalizador.

"A Artesp exigiu que a Cart adeque o acesso com execução do projeto previamente aprovado ou apresentação de novo projeto com soluções técnicas para adequar a situação, conforme as normas de engenharia de tráfego e segurança", destacou a nota.

Motoristas que trafegam pelo local também registraram seu descontentamento. "Direto eu passo ali e se o motorista vacilar, ele vai embora", descreve o encarregado Adeucio Teixeira Júnior, 47 anos, que é morador de Venceslau. "Ou você joga no acostamento ou o condutor que vem em seguida entra na sua traseira, pois a parada é muito em cima", relata, informando que utiliza o acesso de carro, caminhão e caminhonete.

 

Veja também