Omissão do Iamspe

Homéro Ferreira

COLUNA - Homéro Ferreira

Data 11/08/2021
Horário 04:15

Em pronunciamento na sessão ordinária desta semana na Câmara Municipal, o vereador William Leite (MDB) contou que levou ao Ministério Público denúncia sobre omissão do Iamspe (Instituto de Assistência Médica do Servidor Público Estadual).

MUITOS SERVIDORES
Conforme o vereador e presidente da Affoppre (Associação da Família Forense de Presidente Prudente e Região), são mais de 14 mil usuários do Iamspe na região, trabalhadores de diferentes setores e que pagam por serviços médicos não prestados.

AS CONTRIBUIÇÕES
Para o servidor que tem até 59 anos de idade, a contribuição é de 2% de seu salário, e acima dessa idade é de 3%. Para cada beneficiário dependente, o acréscimo é de 1%. Porém, de acordo com o vereador, não há a contraprestação do serviço contratado.

AÇÃO CIVIL PÚBLICA
Na representação ao Ministério Público é feito o pedido de instauração de ação civil pública para retomar os serviços na Santa Casa ou em outro hospital e que ocorra a responsabilização dos gestores, dentre outros pedidos. 

SOBRECARGA DAS UPAS
O vereador afirmou que os servidores estaduais serão sobrecarregando as UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) de Presidente Prudente e que não cabe ao município arcar com a omissão do Iamspe.

MOÇÃO DE REPÚDIO
William Leite disse ainda que está preparando moção de repúdio a ser apresentada na Câmara Municipal para cobrar os gestores do Iamspe o cumprimento de suas obrigações e uma posição do governador; sem citar o nome de João Doria (PSDB).

ZERARAM A FILA
Os 12 técnicos de raio-X, trabalhadores concursados da Secretaria Municipal de Saúde, prestaram 2 mil atendimentos até o dia 3 deste mês. Com isso, atenderam a demanda atual e zeraram a espera que tinha mais de 900 pacientes, alguns com até 1 ano na fila.

JORNADA REDUZIDA
Esta semana foi aprovado pelos vereadores projeto do Poder Executivo, enviado em caráter de urgência, reduzindo a jornada semanal de trabalho dos técnicos de raio-X de 40 para 24 horas.

SAÚDE DO TRABALHADOR
Para o presidente da Câmara Municipal, Demerson da Saúde (PSB), quem ganha com a nova jornada, voltada para proteger a saúde do trabalhador, é a população. Disse ainda que vinha trabalhando nisso em outras duas administrações.

OMISSÃO DO ESTADO
Demerson agradeceu os vereadores pela votação unânime, elogiou o prefeito Ed Thomas (PSB) pelo projeto e afirmou que o serviço de raio-X não é obrigação do município, mas do Estado, que tem sido omisso.

MANIFESTO PÚBLICO
A sessão da Câmara Municipal esta semana foi aberta com a leitura de manifesto público dos profissionais da educação da Prefeitura, destinado ao prefeito Ed Thomas, vereadores, Ministério Público, Conselho e Fórum Municipal de Educação.

APENAS NAS ESCOLAS
Professores rejeitam o misto de aulas presenciais nas escolas e remotas em casa e pedem que a volta às aulas no dia 16 deste mês seja com jornada exclusivamente no ambiente escolar e que a Prefeitura forneça equipamentos e acesso à internet de qualidade.

Veja também