Onde vamos parar?

GRAZIELA FERNANDES

COLUNA - GRAZIELA FERNANDES

Data 06/12/2020
Horário 05:01

Abrimos a coluna deste domingo, com esta pergunta para que possamos refletir o momento que vivenciamos. Passamos praticamente o ano de 2020, lutando contra um vírus avassalador que já fez inúmeras vítimas no Brasil, no mundo e claro, na nossa região. Só em Pirapozinho, 25 mortes, mais de 1.060 casos confirmados. E o que fizemos para minimizar, para fazer a onda de proliferação da doença parar? É inadmissível. Falhamos enquanto sociedade. É perceptível que, quando avançamos de fase, nosso comportamento que deveria continuar sendo preventivo, na verdade, foi o contrário. Afrouxamos a corda, deixamos a vaca ir para o brejo. A coluna alertou para os riscos das aglomerações.

Afrouxamos a corda

Em Pirapozinho, durante as eleições, especialmente aos finais de semana, a Rua Rui Barbosa, ficava tomada de pessoas que buscavam o comércio e de políticos, seus correligionários bandeirolas, disputando espaços, abraços, apertos de mão. Registramos aqui, neste espaço, a preocupação que este tipo de comportamento trazia. Dizer o que agora? Caminhamos para um retrocesso, endurecimento das regras, retroceder de fase, lamentavelmente. Atitude. Atitude preventiva. Atitude colaborativa. Bom senso. Não temos resposta ainda para a pergunta que fizemos na abertura da coluna deste domingo, mas podemos contribuir para frear a onda que colapsa o nosso sistema de saúde e coloca todos nós em xeque.

Por falar em Covid-19

Narandiba registrou a segunda morte pela doença na cidade. Lamentavelmente. Não são números, são vidas, pessoas amadas, queridas, filhos, pais, mães, jovens, pessoas que, perderam suas vidas para o vírus. Tenhamos consciência coletiva, já falamos sobre isso na coluna, olhar por nós e para os outros. Vai passar, mas precisamos fazer nossa parte. Orar para que a vacina chegue e nos permita retomar. Nossa solidariedade às famílias das vítimas da Covid-19 no Oeste Paulista.

Polêmica da semana em Pirapozinho

A mudança na Rua Mario Angelo Sereghetti. A via é um dos principais acessos para aos bairros como Vantini, regiões populosas na cidade. Segundo a administração da cidade, os trechos compreendidos entre as ruas Rui Barbosa e Satiro Pereira Tosta, terão sentido único do bairro ao centro. Ainda de acordo com a Divisão Municipal de Trânsito, a mudança é necessária para garantir segurança e fluidez na via, principalmente pela necessidade de escoamento urgente dos veículos que entram e saem do Pronto Atendimento da cidade e agora, com a inauguração da farmácia central.

Desagradou munícipes

A alteração na via desagradou e muitos os moradores da cidade, especialmente dos bairros mais afetados. Esta mudança estava prevista para entrar em vigor em 2 de novembro. A Divisão de Trânsito alegou na época que faria um estudo antes de confirmar a alteração.

Solidariedade

O asilo de Pirapozinho realiza a ação solidária “Adote um idoso”. De acordo com a entidade, esta é uma data especial e podemos deixá-la ainda mais especial ao idosos que vivem no local. Neste ano difícil, muitos familiares estão distantes e claro, adotar um idoso vai transformar o Natal. Acesse a rede social da entidade, as fotos e os pedidos de presentes já estão disponíveis para doação. A entrega dos presentes deve ser realizada até 16 de dezembro, na rua Machado de Assis, 959 no centro da cidade, das 8h às 17h. Parabéns ao ciclista Axel Melo Fajardo No último final de semana, Presidente Prudente realizou o Pedal Solidário contra a Fome. Ciclistas de toda a região reunidos para um revezamento que arrecadar alimentos que serão distribuídos para famílias em situação de vulnerabilidade social. Quem fez bonito, foi o ciclista Alex Melo Fajardo, morador de Pirapozinho que rodou mais de 500 km em mais de 20 horas de pedal. Parabéns para todos os ciclistas que participaram da ação. Incrível.

Veja também