Operação Porfia: homem é preso em  Bernardes por posse ilegal de arma

A investigação de quatro suspeitos iniciou após a informação de que tinham ocorrido tiros em um desentendimento entre torcedores numa partida de futebol, no dia 3, no distrito de Nova Pátria 

REGIÃO - OSLAINE SILVA

Data 15/10/2021
Horário 18:50
Foto:  Polícia Civil de Presidente Bernardes
 Espingarda calibre 36 apreendida na residência do homem de 66 anos
 Espingarda calibre 36 apreendida na residência do homem de 66 anos

Na manhã desta sexta-feira (15) a Polícia Civil deflagrou em Presidente Bernardes a 1ª fase da Operação Porfia, que tem por objetivo combater o tráfico de drogas e a posse ilegal de arma de fogo. Ao todo foram cumpridos quatros mandados de busca e apreensão domiciliar, resultando na prisão em flagrante de um idoso de 66 anos, uma vez que, em sua residência foi encontrada uma espingarda calibre 36. Além disso, também foram apreendidos quatro aparelhos celulares e aproximadamente 10 gramas de maconha, com os outros alvos investigados.
O delegado responsável pela operação, Daniel Aparecido Viúdes, explica que toda a investigação teve início após um desentendimento entre torcedores numa partida de futebol, no dia 3 de outubro, no distrito de Nova Pátria. E durante a discussão, com a torcida aglomerando em volta surgiu a informação de que possivelmente tinha ocorrido o disparo de uma arma de fogo. 
“Foi a partir de então que iniciamos as investigações, as apurações, que afunilou nessas quatro pessoas suspeitas de comercialização de drogas ilícitas, bem como da posse de arma de fogo. Por isso o nome da operação: Porfia que é uma expressão do latim que significa ‘discussão’”, complementa o delegado.
Ele reforça que foi a partir das suspeitas de comercialização de drogas e de posse de arma de fogo que foram concedidas as ordens judiciais de buscas domiciliares. 
“Durante as diligências nas residências encontramos pouca quantidade de drogas, porém houve a apreensão dos aparelhos celulares justamente para a continuidade das apurações. Após as análises existe uma grande possibilidade de haver a segunda fase da operação”, complementa o delegado responsável pela operação.

A operação contou com a participação de policiais militares de Presidente Bernardes e do Canil do 8º Baep (Batalhão de Ações Especiais de Polícia) de Presidente Prudente.

 

Foto: Polícia Civil de Presidente Bernardes 

Pequena quantidade de maconha; celulares dos outros investigados também foram confiscados para dar

prosseguimento nas apurações

Veja também