Pais classificam companhia como melhor presente

Exigir um presente ou até mesmo sugerir é uma atitude difícil para os pais.

PRUDENTE - Laís Ernesto

Data 07/08/2014
Horário 08:24
 

O Dia dos Pais está chegando e uma tarefa nem sempre fácil para os filhos é a compra do presente ideal. As diferentes idades e estilos os tornam únicos. Para agradar, é preciso ficar atento à personalidade de cada um. Os homenageados, por outro lado, deixam de lado a preferência por presentes materiais. A presença dos filhos nesta data especial, segundo os consultados em Presidente Prudente, é um dos presentes mais pedidos, principalmente quando a distância faz parte da relidade das famílias. Joel Marceli da Silva, 74, aposentado, tem oito filhos e afirma que estar juntos deles já é um presente. "Quando os filhos moram longe o que mais queremos é tê-los por perto", destaca.

Exigir um presente ou até mesmo sugerir é uma atitude difícil para os pais. Ainda assim, os filhos sempre presenteiam e, na maioria das vezes, acertam na escolha. Antonio Carlos Bertaco Bagli, 60, tem dois filhos e lembra que nos anos anteriores eles compraram presentes de uso pessoal, como roupas e sapatos. Mas seu maior anseio é que eles sigam o exemplo de vida do pai. "É um orgulho saber que os filhos praticam o que foi ensinado a eles quando pequenos, o caminho do bem que é passado de geração em geração", enfatiza.

 

Lembranças


Entre os presentes mais procurados estão os perfumes. Nas perfumarias de Prudente a procura cresce gradativamente conforme a data se aproxima. A expectativa é de aumento maior nos próximos dias.

Quando o filho é uma criança, a compra dos presentes fica a cargo da mãe, por isso elas também devem estar atentas às vontades dos maridos. O empresário Igor Debiasi, 35, diz que seu estilo preferido é o esportivo. Mas a escolha dos presentes fica a critério da esposa, pois seus dois filhos ainda são pequenos. "Apesar do presente, o Dia dos Pais é verdadeiramente valorizado quando acompanhado de muito carinho e amor", declara.

Veja também