Paróquias encenam Paixão de Cristo em PP e região

Que nesta Sexta-feira Santa lembremos do julgamento, da paixão, crucificação, morte e sepultura de Nosso Senhor Jesus Cristo

VARIEDADES - OSLAINE SILVA

Data 14/04/2017
Horário 08:46
 

Ainda há tempo para fazermos um propósito de mudança de vida, de ver a graça do nosso Deus em nossa vida! Estamos vivendo o momento de permitirmos verdadeiramente que Deus desfaça a pedra qual nosso coração se transformou e deixar que Ele coloque um novo coração de carne, que é capaz de amar ao próximo e principalmente a Ele! Nesta Sexta-feira Santa, ou Sexta-feira da Paixão, lembremos do julgamento, da paixão, crucificação, morte e sepultura de Nosso Senhor Jesus Cristo. Da dor de uma mãe, Maria, a impiedade dos soldados, a exortação de uns e o silêncio de outros que ali presenciavam o assassinato de um inocente. Peçamos perdão a Ele por fazê-lo sofrer tanto por nós. Celebremos e contemplemos a paixão e morte de Cristo. E revivendo esse tempo, algumas cidades da região seguem com a tradição do teatro da encenação da Paixão de Cristo. Aqui em Presidente Prudente normalmente são realizadas na Paróquia São Judas Tadeu (qual não conseguimos contato) e Nossa Senhora do Carmo. Na região a reportagem conseguiu falar com Santo Anastácio e Teodoro Sampaio que também revivem os últimos momentos do Senhor.

Jornal O Imparcial Maria Santíssima, mãe do Salvador, que esteve ao lado do seu filho vendo toda sua dor

Todos os anos a emoção toma conta de milhares de anastacianos que assistem a encenação, tão real, da Paixão de Cristo com o Grupo Nas Asas do Senhor, não conseguem conter as lágrimas. Neste ano, o evento religioso será em novo local, às 20h, na Praça Ataliba Leonel.

Conforme Adriana Corrêa Ferreira, coordenadora e narradora da ação, de 2 a 3 mil pessoas devem fazer parte deste momento de reflexão e fé. Adriana explica que o motivo da mudança de local se deu por questões financeiras que não corresponderiam com verba suficiente para fazer a encenação no mesmo porte. Isso porque os gastos são grandes.

 

Preparação

Adriana expõe que, ao todo, o Grupo Nas Asas do Senhor conta com 80 atores em cena, e aproximadamente 10 na equipe de apoio, que trabalha antes e durante a encenação nos bastidores. Segundo ela, neste ano foram poucos ensaios, mas com doação máxima de cada um para emocionar a todos.

"Manter a tradição da Paixão de Cristo é importante para mostrar às pessoas que Jesus Cristo se doou por cada um de nós. Se entregou para a morte por nossos pecados para ns dar a salvação! E isso não podemos esquecer jamais, pois esta é a maior prova de amor que já existiu. Jesus se entregou, sofreu terrivelmente na cruz por mim e por você!", emociona-se a coordenadora.

 

Teodoro Sampaio

Em Teodoro Sampaio o Grupo Encenação da Paixão de Cristo da Paróquia Nossa Senhora Aparecida promete levar o público às lágrimas. Em cena, 130 figurantes/atores emocionarão o público presente de acordo como fizeram nos ensaios, com muita determinação, sentimento e carismas. Será no recinto de rodeio Toninho Cowboy, às 19h30.

Tendo à frente do grupo os diretores Marcos Jacy Melchior Andreotti, 25 anos e Cassia Larissa Ferreira Pereira, 27 anos e, os secretários Francielli Aparecida Troiani Andreotti, 26 anos, e Luiz Eduardo Demico 27 anos, a importância em dar continuidade a encenação é remeter a um acontecimento que mudou o destino da humanidade, fazer lembrar que Deus amou tanto que mandou seu único filho para nos salvar tendo que morrer de forma humilhante e extremamente sofrida para que assim com seu sangue lavasse nossos pecados.

"Tendo em vista que nos esquecemos desse acontecimento e do amor de Deus por nós e todo ano podemos vivenciar e experimentar um pouco da maior prova de amor da história. Sem dúvida, a encenação muda a vida de todos os atores e também daqueles que assistem, pois quando falamos de Deus e permitimos que ele aja, nos transformamos em ferramentas da vontade de Deus na vida do próximo!", exclama Marcos.

 

 

Maristela

A "Sexta-feira da Paixão" é a única em que em todo o mundo não se celebra a Santa Missa. Nesta data, apresenta-se o drama da paixão e morte de Cristo Jesus no Calvário. Com a Paixão de Jesus, segundo o Evangelho de João, os fiéis contemplam o mistério do Crucificado, como prova de amor de Deus Pai para com a humanidade.

Há um ato simbólico muito expressivo e próprio deste dia: a veneração da santa cruz, momento em que esta é apresentada solenemente à comunidade. Nas comunidades São Padre Pio, São Luís Gonzaga e São Brás a celebração será realizada às 15h, pertencentes a Paróquia Nossa Senhora do Carmo. Já a cerimônia da igreja matriz ocorrerá às 18h e às 20h, inclusive com a Encenação da Paixão de Cristo.

 

Veja também