Perícia de Agripino é agendada para dia 16

PRUDENTE - MELLINA DOMINATO

Data 11/12/2016
Horário 09:46



O juiz eleitoral da 101ª ZE (Zona Eleitoral) de Presidente Prudente, Paulo Gimenes Alonso, agendou para o dia 16, às 11h15, no Fórum local, o exame no Setor de Perícias Psiquiátricas do candidato a prefeito Agripino de Oliveira Lima Filho (PMDB), da coligação "Prudente é +" (PMDB/PSDC). O nome do profissional a efetuar o procedimento também foi definido e informado ao Ministério Público Eleitoral, bem como às partes envolvidas no processo. Anteontem, o magistrado determinou ainda expedição de mandado de intimação ao periciando.

Como noticiado neste diário, uma Aije (ação de investigação judicial eleitoral) que pede a produção de prova pericial médica para atestar suposta "incapacidade absoluta" do candidato a prefeito foi proposta pela coligação "Avante Prudente" (PDT/PTB/PSC/PV/PCdoB/PHS/PMB/PR/PSDB). No processo, o grupo solicita que, com a possível comprovação de que o aspirante ao Executivo esteja com uma doença chamada demência senil, a Justiça Eleitoral declare sua inelegibilidade, além de cassar o registro de candidatura a vice-prefeito de Carlos Frederico Machado Dias (PMDB). Na ação, a coligação "Avante Prudente" também pede a condenação do filho de Agripino, Paulo Cesar de Oliveira Lima, por suposta fraude e abuso, ao considerar que o mesmo "é o verdadeiro articulador da campanha ao cargo majoritário de seu pai, inclusive, o único financiador de toda a campanha eleitoral, conforme registros da Justiça Eleitoral".

Procurado ontem pela reportagem, o advogado Anderson Martins Peres, que representa a coligação "Prudente é +", bem como Agripino, Carlos e Paulo, não foi localizado para falar sobre o assunto.

 

Veja também