Poder público e população fazem corrente do bem para auxiliar atingidos pelo temporal

Prefeitura e prudentinos doaram cestas básicas, peças de roupas, colchões, cobertores e telhas; 500 residências foram danificadas e quatro pessoas tiveram ferimentos leves

PRUDENTE - DA REDAÇÃO

Data 29/06/2020
Horário 15:15
Cedida - Prefeitura montou Centro de Ajuda Humanitária para concentração das doações Foto: Cedida - Prefeitura montou Centro de Ajuda Humanitária para concentração das doações

Devido à tempestade que teve início na noite de sexta-feira e se estendeu pela madrugada de sábado, o fim de semana foi de muito trabalho para as equipes da Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil e das secretarias municipais da Prefeitura de Presidente Prudente, que atuaram no auxílio às famílias atingidas pela intempérie, em especial as que residem na zona norte da cidade, em bairros como João Domingos Netto, Morada do Sol, Belo Galindo e Cremonezi.

Segundo relatório da Defesa Civil, a tempestade resultou em 500 residências danificadas, sendo seis com perdas de grande monta, além de quatro vítimas de natureza leve, sendo duas crianças, uma adolescente e um adulto, bem como três prédios públicos danificados, três empreendimentos comerciais e uma praça pública, e 45 quedas de árvores de pequeno e grande porte.

Conforme relatório, a maioria dos imóveis apresentou infiltração de água pelo teto e parede, enquanto outras casas tiveram danos maiores como quedas de muros, destelhamento, alagamento, enxurradas, queda de árvores sobre imóvel, entre outras, como perda de móveis, eletrodomésticos, roupas, produtos de higiene e alimentícios.

Com o registro de perdas, a Prefeitura, por meio da Defesa Civil, montou o Centro de Ajuda Humanitária na Escola Municipal de Ensino Infantil "Sylvia Marlene Pereira Faustino", no João Domingos. O espaço foi o ponto de concentração para doações e também para que famílias realizassem retiradas.

Ao todo, foram entregues até o momento 180 cestas básicas, 300 cobertores, cerca de mil peças de roupas e outros 20 colchões, provenientes do Fundo Social e de doações da população, além de 5 mil telhas que foram colocadas à disposição da população na praça central do João Domingos, sendo essas doadas pela Sosp (Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos) e prudentinos.

De acordo com a Defesa Civil, nos próximos dias serão realizadas mais ações de ajuda humanitária para atender todas as famílias atingidas pelos fenômenos naturais. Os interessados em colaborar podem doar nas bases do Corpo de Bombeiros, sendo nas avenidas Coronel José Soares Marcondes, 1.592; Luis Cezário, 300, Jardim Colina; e Paulo Marcondes, 2.035, Jardim São Sebastião, sendo este último endereço a sede da Defesa Civil.

Ainda no relatório do órgão, foram registrados 68,40 milímetros de chuvas, além de rajadas de vento que chegaram a quase 60 quilômetros por hora e queda de granizo.

Veja também