Polícia Civil investiga suposto estupro de vulnerável em Presidente Venceslau

Operação apreendeu aparelho celular e pen drive na casa de uma pessoa suspeita; detalhes sobre a denúncia foram colocados em sigilo

REGIÃO - ROBERTO KAWASAKI

Data 05/06/2020
Horário 11:36
Polícia Civil - Investigação de suposto crime está em segredo de Justiça
Polícia Civil - Investigação de suposto crime está em segredo de Justiça

A DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) e a DIG (Delegacia de Investigações Gerais) apreenderam ontem um aparelho celular e um pen drive que poderão contribuir para a investigação de um suposto estupro de vulnerável ocorrido no dia 8 de maio em Presidente Venceslau, e que vitimou uma menina de 10 anos.

Durante a operação deflagrada na quinta-feira, denominada “Afrodite”, a Polícia Civil cumpriu um mandado de busca e apreensão domiciliar na residência de uma pessoa suspeita.  Trata-se do imóvel de um homem de 55 anos, alvo da investigação.

O objetivo foi a localização e apreensão de equipamentos eletrônicos e outros elementos de prova relacionados com a infração penal.

De acordo com a polícia, a investigação apontou “fortes indícios” da infração penal investigada, que prossegue em segredo de Justiça.

O inquérito também apura o eventual envolvimento de outras pessoas.

A reportagem questionou a Polícia Civil sobre detalhes da investigação. Porém, foi informada de que no momento o caso está em sigilo.

SAIBA MAIS:

 

Veja também