Polícia resgata cachorro vítima de maus-tratos em Presidente Prudente

Análise veterinária constatou que ferimentos foram causados por água ou óleo ferventes

PRUDENTE - ROBERTO KAWASAKI

Data 08/01/2021
Horário 14:28
Foto: Polícia Militar Ambiental
Animal foi levado para uma ONG, que conseguiu um novo lar
Animal foi levado para uma ONG, que conseguiu um novo lar

Um morador de Presidente Prudente foi multado em R$ 3 mil por maus-tratos a um cachorro. O flagrante ocorreu na quinta-feira, após denúncia que chegou ao conhecimento da Polícia Militar Ambiental.

O endereço alvo da fiscalização fica no Conjunto Habitacional João Domingos Netto. De acordo com a polícia, a equipe abordou o morador, 30 anos, que tomou conhecimento sobre o motivo da visita. Depois de conversar com os policiais, o rapaz permitiu a entrada e acompanhou a vistoria. 

Conforme a corporação, o cachorro foi encontrado no quintal da residência com diversos ferimentos nas costas, o que caracterizou maus-tratos. Após o flagrante, o homem foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil para formalização da ocorrência. 

Enquanto o indivíduo prestava esclarecimentos, o animal estava aos cuidados de uma clínica veterinária. Segundo a Polícia Ambiental, foi constatado que os ferimentos tenham sido causados, provavelmente, por água ou óleo ferventes.

Depois de receber atendimento, o cão foi levado a uma ONG (organização não-governamental) que conseguiu um lar voluntário. 
 

Veja também