Por duas vezes

Homéro Ferreira

COLUNA - Homéro Ferreira

Data 29/07/2021
Horário 03:29

Pela segunda vez neste ano os vereadores de Presidente Prudente estiveram reunidos em sessão exclusivamente extraordinária para apreciar e votar três projetos enviados pelo prefeito Ed Thomas (PSB), todos destinados à intervenção no transporte público.

ERA LUA DE MEL 
A 1ª sessão exclusivamente extraordinária foi em 25 de janeiro, momento classificado pelo próprio prefeito como período de lua de mel; considerando as posses de todos os eleitos no dia 1º. Naquela ocasião, os projetos do Executivo foram aprovados. 

ÂNIMOS DISTINTOS 
Projetos com motivações diferentes e como os três de ontem estavam interligados, a rejeição do primeiro inviabilizou as votações dos outros dois. O Executivo buscava autorização, repasse e abertura de crédito de R$ 1 milhão destinado à Prudente Urbano.

REUNIÃO TÉCNICA 
A sessão, que seria às 13h, começou com 1 hora de atraso. A explicação do presidente Demerson Dias (PSB) foi a de que os veadores estavam em uma reunião técnica, recebendo explicações sobre os três projetos.

POUCO TEMPO 
A sessão começou às 14h e 13 minutos depois, após as apresentações dos projetos, foi suspensa para que as comissões temáticas pudessem se reunir e emitir seus pareceres, que foram favoráveis ao trâmite; de tal forma que foram colocados em votação. 

SESSÃO RETOMADA 
Com a sessão retomada, o vereador Douglas Kato (PTB) solicitou que a votação fosse nominal. A vereadora Nathalia Gonzaga (PSDB) esteve ausente, sem enviar justificativa. O vereador Wellington Bozo (MDB) justificou a ausência. 

APENAS CINCO
Restaram 11 vereadores, todos com direito a voto, embora o do presidente só em caso de empate. Seriam necessários seis votos para aprovação e foram apenas cinco favoráveis, cinco contra e uma abstenção. Ivan Itamar (PSB) se absteve de votar.

COMO VOTARAM 
Votos favoráveis: Enio Perrone e Joãozinho da Saúde, do DEM; Joana D´Arc (PSB), Professor Negativo (Podemos) e Miriam Ribeiro (Patriota). Votos contrários: Douglas, Mauro Neves (Podemos), Tiago Oliveira (PTB) e William Leite (MDB).

CONSULTA JURÍDICA
Com 5x4, o presidente Demerson chegou a anunciar vitória do sim por maioria simples. Porém, William alertou sobre o percentual necessário, que seria alcançado com 6 votos, e sugeriu consulta ao jurídico da Câmara. A resposta foi de que houve rejeição.

SALÁRIOS ATRASADOS 
Como a Prudente Urbano está sob intervenção do poder concedente que é a Prefeitura, a intenção do prefeito era pagar amanhã os salários atrasados dos trabalhadores: cerca de R$ 500 mil. O restante do dinheiro seria usado para outras questões trabalhistas. 

MEDIDA LIMINAR 
Na manhã de ontem, o juiz Darci Lopes Beraldo despachou favoravelmente a medida liminar do Ministério Público para impedir a realização de almoço para o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) com a participação de 2 mil pessoas.

EM DOIS ATOS 
Então, a programação da visita do presidente Bolsonaro depois de amanhã em Prudente deverá ser com motociata de recepção às 9h, no aeroporto, e cerimônia de credenciamento do Hospital do Câncer no SUS (Sistema Único de Saúde).

Veja também