PP terá um novo canal de televisão

Sinomar

Jefferson Campos, diretor da TV Brasileira, que será inaugurada em novembro e poderá ser sintonizada em qualquer lugar do mundo, por Smart TVs , tablet ou celular

COLUNA - Sinomar

Data 17/09/2020
Horário 04:33
Jefferson Campos, diretor da TV Brasileira
Jefferson Campos, diretor da TV Brasileira

Em novembro, entra no ar a TV Brasileira, um canal de televisão para ser sintonizado em todo território nacional (ou internacional) através de Smart TVs, celulares, tablets ou computadores. O projeto foi desenvolvido pelo empresário prudentino, Jefferson Campos, 52 anos, dono da Produtora Quality Filmes. Campos explicou que a TV funcionará 24 horas com programa de agro, jornalismo, culinária, esportes, entretenimento, games, filmes, desenhos animados, tv ofertas, pocket show e cobertura de eventos ao vivo. 


Sede da TV Brasileira, na Pedro de Oliveira Costa, 357

Bom dia

Reciprocidade. É isso que faz as coisas darem certo.

Alta

Depois das altas dos alimentos e da construção civil nos últimos meses, o consumidor pode se deparar em breve com outro item mais caro no comércio: as roupas. O preço do algodão subiu no campo, encareceu para a indústria e começa a atingir os produtos têxteis. As negociações de tecidos para a temporada do outono/inverno de 2021, que começam a ser realizadas agora, já estão sendo feitas em patamares de preços até 40% maiores do que há um ano.

72 anos

Bebidas Funada completa 72 anos de fundação em Presidente Prudente, um dia após o aniversário da cidade. Crescendo ano após ano nestas mais de seis décadas, a Funada é um dos símbolos do desenvolvimento industrial e econômico do município e, através de seus produtos, já faz parte da história das famílias prudentinas. Parabéns Família Funada!

Artesanato

Secult (Secretaria Municipal de Cultura) de Presidente Prudente realiza neste fim de semana mais uma edição da Feira de Artesanato. O evento ocorre sábado e domingo, no Boulevard do Centro Cultural Matarazzo, com 18 barracas de artistas locais. “Prestigiem os trabalhadores do artesanato local, que tanto têm sofrido com os impactos negativos causados pela pandemia”, destacou o secretário da Cultura, Paulo Silvio da Costa Sanches. Segundo ele, o evento seguirá todos os protocolos de segurança, com a distancia de 4 metros por barraca, com todos os participantes usando máscaras e álcool em gel.

Cuidado!

O olho é um dos órgãos que mais sofrem com a baixa umidade. O clima seco causa ressecamento e ardência, além de facilitar infecções, como a conjuntivite. 

Veja também