Prefeito e Acipp: diálogo para adequações em funcionamento do comércio

PRUDENTE - DA REDAÇÃO

Data 14/04/2020
Horário 19:48
Secom: Representantes debateram sobre possíveis adequações no decreto estadual
Secom: Representantes debateram sobre possíveis adequações no decreto estadual

 

O prefeito Nelson Bugalho (PSDB) recebeu nesta terça-feira, representantes da Acipp (Associação Comercial e Empresarial de Presidente Prudente). Durante a reunião, além de debaterem sobre possíveis adequações no decreto estadual, foi entregue ao chefe do Executivo um documento com sugestões sobre como deveria ser o formato de atendimento no comércio durante o enfrentamento da pandemia.

Algumas das sugestões contidas no documento são: atendimento de forma escalonada; fornecimento de máscaras aos funcionários, além de álcool em gel ou 70% aos trabalhadores e aos clientes; considerar a lotação de uma pessoa a cada 3 metros considerando o número de funcionários e clientes; manter calçadas higienizadas; entre outras.

Segundo o comerciante Marcos Melo, as propostas apresentadas são pautadas na realidade que difere o Oeste Paulista das capitais e de outros grandes centros. “Não podemos ser julgados com as mesmas penalidades de São Paulo e regiões. Pensamos em uma situação escalonada para atendimento do comércio desde que tudo se cumpra nas leis sanitárias”, explica.

O prefeito pontua que é importante a participação efetiva da Acipp com sugestões de como a crise econômica que foi acentuada pela pandemia pode ser enfrentada. Bugalho ressalta ainda que todas as propostas serão levadas em consideração, entretanto reafirma que o município requer autorização legislativa por parte do Governo do Estado de São Paulo.

“A maior parte das sugestões requer autorização ou alteração do decreto estadual. Entretanto, algumas, que seguirão para análise jurídica, poderão ser implementadas de maneira imediata. Essa é uma ótima contribuição da Acipp e que será levada para outras esferas de governança”, avalia Bugalho.

Vale ressaltar que o prefeito segue em constante contato com o Governo do Estado para que seja admitido atendimento presencial individual no comércio de Prudente e região, desde que sejam adotadas medidas de segurança e higiene.

Participaram também da reunião Carlos Alberto da Silva Corrêa, o Carlos Casagrande, secretário de Desenvolvimento Econômico; Ricardo Anderson Ribeiro, presidente da Acipp; Paulo Medeiros, da Unicesumar; Rubens Afonso, do Sindicato dos Hotéis, Bares e Similares; e Cláudia Moreno, advogada e representante de alguns comerciantes que trabalhou em conjunto com o jurídico da Acipp na estruturação das sugestões.

Veja também