Publicidade

Presidente Prudente é um celeiro de talentos no esporte

Nestes 103 anos do município exaltamos a todos os atletas filhos das terras de Marcondes e Goulart, e também àqueles que adotaram a cidade como sua  

Esportes - OSLAINE SILVA

Data 13/09/2020
Horário 04:20
Comitê Paralímpico Brasileiro / Divulgação - Jerusa faz qualquer um arrepiar cada pelo do corpo assistindo suas provas Foto: Comitê Paralímpico Brasileiro / Divulgação - Jerusa faz qualquer um arrepiar cada pelo do corpo assistindo suas provas

Presidente Prudente é um celeiro de talentos no mundo do esporte, nas mais variadas modalidades. Nestes 103 anos do município exaltamos a todos os atletas filhos das terras de Marcondes e Goulart, e também àqueles que adotaram a cidade como sua, e têm contribuído projetando-a no cenário esportivo municipal, estadual, nacional e até internacional. Esta página poderia ser completa apenas com nomes de atletas que se destacaram ou que se destacam no esporte prudentino, em meio a muitas dificuldades. Mas, os poucos que forem citados aqui representam a todos esses bravos guerreiros de todas as modalidades! Guerreiros porque muitas vezes precisam de muita luta para conseguirem competir.

É sabido que embora nos dias atuais a cidade não esteja disputando campeonatos federados em algumas modalidades, Prudente sempre teve uma força muito grande no esporte. Tem toda uma história como no basquete na época da potirendabana Hortência Marcari e Maria Cristina Borges Madeiral, Tute. No futebol então, nem se fala com o Corinthinha e a Prudentina. Nos tempos áureos, até o rei Pelé jogou na cidade com o seu Peixe na década de 60 ganhando da Prudentina. Depois, mais recente, o Estádio Paulo Constantino, Prudentão, foi palco de grandes jogos como do Corinthians com Ronaldo Fenômeno e Cia., o alviverde Palmeiras, Santos, São Paulo e outras importantes equipes em partidas que trouxeram torcedores de todo o país para a cidade!

 

É preciso valorizar o que se tem em casa

O mundo já viu um dos maiores orgulhos da cidade, Valéria Kumizaki (caratê) chorando de emoção no mais alto dos pódios. Ariane “Sorriso” Carnelossi assinando seu contrato no maior evento de MMA (Artes Marciais Mistas) do mundo, o UFC (Ultimate Fighting Championship). Quem vibra com as Paralimpíadas já sentiu os pelos do corpo todo se arrepiarem com a brilhante Jerusa Geber dos Santos (categoria T11), que embora seja do Acre é Prudente que ela tem como sua cidade, batendo recordes e mais recordes nas pistas mundo afora superando a deficiência total da visão.

O atual titular da Semepp (Secretaria Municipal de Esportes), Claudinei Quirino da Silva, que é natural de Lençóis Paulista (SP) e André Domingos, de Santo André, medalhando nas Olimpíadas, que se consideram prudentinos sim!  E estão vendo uma nova geração de velocistas empenhada, fazendo bonito por todo o país e lá fora, como a recordista brasileira Victória Belo de Sena, e outros tantos. Como no parabadmintom, o jovem paratleta do Sesi (Serviço Social da Indústria)-SP, Rogério Júnior Xavier de Oliveira, que conquistou a prata nos Jogos Parapan-Americanos, em Lima, no Peru. No ciclismo a família Lobo é tradição, especialmente com os irmãos Almir Rogério e Maurício, este com seu filho Caíque que voam “alto” nas competições.

 

Prudente acolhe a todos como coração de mãe! 

Claudinei Quirino destaca que todos os seus melhores resultados, seus mais importantes títulos, principalmente os internacionais, foram conquistados em Prudente. Embora não tenha nascido na cidade, ele que chegou à cidade em 1992 recebeu, inclusive, o título de Cidadão Prudentino.

Sobre estar secretário da pasta esportiva, Claudinei diz que sempre almejou trabalhar para ajudar o esporte de alguma forma. E mesmo não sendo uma missão tão fácil porque não depende só dele, do seu conhecimento ou da sua própria figura, se sente grato, satisfeito porque está onde sempre quis. onde sempre desejou.

“Eu não sabia que existe uma coisa chamada política em que o grupo que perdeu, geralmente, não quer ajudar o que ganhou. Temos que contar com uma verba para trabalhar. No papel tudo é bonito e parece fácil, mas no dia a dia é bem difícil. A gente não agrada todo mundo, mas com força de vontade estamos conseguindo fazer uma diferença no esporte prudentino. Lutei para conquistar e estou tentando fazer o meu melhor. Trabalhando de coração”, pontua o secretário.

 

Foto: Intagram

Valéria Kumizaki conduziu a bandeira do Brasil na abertura do 11º Jogos Sul-Americanos em Cochabamba, na Bolívia em 2018

 

Foto: Arquivo Pessoal

Claudinei Quirino diz que foi em Presidente Prudente que conquistou seus maiores títulos, inclusive os internacionais

 

Foto: Instagram

Tal pai, tal filho! Após grave acidente, Caíque dá as primeiras pedalas ao lado do pai Maurício Lobo

 

Foto: Instagram

Hortência, a rainha do basquete brasileiro foi atleta da Prudentina ao lado de Tute Madeiral

 

 

 

Veja também