Prudente antecipa vacinação de profissionais da educação e pessoas com 67 anos

Funcionários de escolas com mais de 47 anos poderão receber 1ª dose neste sábado, das 8h às 15h; já idosos, na segunda, a partir das 13h

PRUDENTE - DA REDAÇÃO

Data 09/04/2021
Horário 18:34
Foto: Secom
Imunização de profissionais da educação e idosos de 67 anos começa mais cedo do que previsto inicialmente
Imunização de profissionais da educação e idosos de 67 anos começa mais cedo do que previsto inicialmente

O governo do Estado de São Paulo antecipou a vacinação contra a Covid-19 dos profissionais da educação com mais de 47 anos para este sábado. Em concordância com a nova data, a VEM (Vigilância Epidemiológica Municipal) de Presidente Prudente atenderá a categoria no período das 8h às 15h, no Centro Municipal de Especialidades "Ambulatório Ana Cardoso Maia de Oliveira Lima", em frente ao Pronto-Socorro do HR (Hospital Regional) Doutor Domingos Leonardo Cerávolo.

Também foi antecipada pelo Estado a primeira dose em idosos com 67 anos. A nova data para este público é segunda-feira, 12 de abril, dois dias antes do previsto, conforme divulgado pelo vice-governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (DEM), em coletiva de imprensa nesta sexta.

A diretora da VEM, Vânia Maria Alves, informa que, na segunda, a aplicação da primeira dose no grupo de 67 anos será iniciada a partir das 13h. “Os imunizantes para atender essa faixa etária chegarão neste sábado, portanto, a distribuição entre as 27 unidades de vacinação será realizada na manhã da segunda-feira”, explica.

No carregamento, estão previstas 2.010 doses, que possibilitarão atender 100% dos prudentinos com 67 anos, de acordo com dados do Estado.

Profissionais da educação

Especificamente para os profissionais da educação, poderão ser vacinados profissionais ativos de escolas das redes públicas (municipal, estadual e federal) e privada, com idade a partir de 47 anos. Serão imunizados funcionários que atuam em diversas funções, como secretários, auxiliares de serviços gerais, faxineiras, mediadores, merendeiras, monitores, cuidadores, diretores, vice-diretores, professores de todos os ciclos da educação básica, professores coordenadores pedagógicos, além de professores temporários.

Para receber a vacina, os profissionais devem fazer o cadastro na plataforma Vacina Já Educação (vacinaja.sp.gov.br/educacao).

No momento do preenchimento do cadastro na plataforma Vacina Já Educação, os profissionais deverão informar número do CPF, nome completo e e-mail. Em seguida, eles receberão um link no e-mail indicado para validação e continuidade do cadastro. É importante verificar se o e-mail não foi deslocado para a caixa de spam.

No passo seguinte, o profissional deve confirmar dados pessoais completos e apontar nome da escola, rede de ensino, município e cargo ocupado. Para as redes municipais, particulares e federal, também é necessário anexar os holerites dos meses de janeiro e fevereiro.

Na sequência, o cadastro passará por um processo de análise e, se validado, o profissional receberá, por e-mail, o comprovante Vacina Já Educação. O documento contém um QR Code para verificação de autenticidade.

No momento da vacinação, o profissional da educação deverá apresentar o comprovante Vacina Já Educação, RG e CPF para conferência dos dados pelo profissional de saúde. Caso o usuário não apresente o comprovante, ele não poderá ser imunizado.

Veja também