Prudente confirma 1º caso de leishmaniose humana deste ano

Paciente é uma mulher de 42 anos, moradora do bairro Residencial Terceiro Milênio, que está hospitalizada, mas fora de risco

PRUDENTE - DA REDAÇÃO

Data 30/03/2022
Horário 17:31
Foto: Agência Brasil
Bairro Terceiro Milênio, onde se deu o primeiro caso, receberá ações preventivas contra mosquito-palha
Bairro Terceiro Milênio, onde se deu o primeiro caso, receberá ações preventivas contra mosquito-palha

A VEM (Vigilância Epidemiológica Municipal) de Presidente Prudente confirmou nesta quarta-feira o primeiro caso de leishmaniose visceral humana deste ano, no bairro Residencial Terceiro Milênio. A paciente é uma mulher de 42 anos, que está hospitalizada para ser medicada, conforme protocolo médico, mas está fora de risco.

No bairro Terceiro Milênio, haverá ações preventivas a partir desta quinta-feira, realizadas pela Vigilância Epidemiológica com apoio de outras secretarias.

No bairro, a vigilância orientará os moradores em relação à importância da limpeza dos quintais e das fezes dos animais, bem como da retirada de objetos que possam contribuir para a proliferação do mosquito-palha, que é transmissor da doença.

A VEM também auxiliará na parte educativa com o trabalho de orientação e prevenção nas escolas e em igrejas. Já o CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) fará a parte de sorologia nos cães para testagem da LVC (leishmaniose visceral canina).

O primeiro caso de leishmaniose visceral humana foi registrado em Prudente em 2013. De lá para cá, o município totaliza 13 casos, com um óbito.

Veja também