Santa Casa de Prudente deixa de atender conveniados do Iamspe

Unidade de saúde relata que a decisão se deu devido às partes não chegarem a um termo comum no tocante às tabelas de pagamentos dos procedimentos

PRUDENTE - DA REDAÇÃO

Data 06/03/2022
Horário 05:20
Foto: Arquivo
Santa Casa encerrou o contrato no dia 28 de fevereiro
Santa Casa encerrou o contrato no dia 28 de fevereiro

A Santa Casa de Misericórdia de Presidente Prudente lançou um comunicado em que informa que o convênio com o Iamspe (Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual) foi encerrado na segunda-feira, 28 de fevereiro. Com isso, desde terça-feira, 1º de março, a unidade não oferece mais atendimentos por meio da modalidade.

Em nota, a Santa Casa de Prudente informou que aludida decisão não foi tomada de forma repentina e que há bastante tempo vem conversando com os representantes do convênio Iamspe para que pudessem se programar a fim de manterem os atendimentos por outras instituições. A unidade de saúde relata ainda que o encerramento do contrato se deu devido às partes não chegarem a um termo comum no tocante às tabelas de pagamentos dos procedimentos.

“A Santa Casa de Misericórdia de Presidente Prudente reforça o compromisso com a sociedade na prestação de serviços de saúde por meio do convênio SUS [Sistema Único de Saúde], que corresponde a mais 60% dos atendimentos realizados pelo hospital, e que o aludido convênio está disponível para toda a população, devendo os mesmos serem advindos por meio da Cross [Central de Regulação de Ofertas e Serviços de Saúde]”, concluiu em nota.

Urgência e emergência

O instituto, por sua vez, informa que a decisão de não renovar o contrato de credenciamento partiu da Santa Casa de Misericórdia de Presidente Prudente. Ainda segundo o Iamspe, desde o início do contrato, o instituto manteve disponível a possibilidade de prorrogação, mas detalha que a “unidade optou por prestar somente atendimentos de urgência e emergência”. “Além de insistir na permanência do atendimento por parte da Santa Casa, o instituto também abriu editais em busca de credenciar unidades hospitalares para a região, que encerrou sem inscritos”, detalhou.

Com isso, os usuários do Iamspe podem ser atendidos em clínicas credenciadas no próprio município, bem como procurar atendimento hospitalar nas cidades próximas, como Presidente Venceslau, Presidente Bernardes, Rancharia e Santo Anastácio.

“O Iamspe ressalta o compromisso com seus usuários e permanece à disposição dos gestores da Santa Casa para a retomada do contrato dentro das condições legais e tabelas praticadas pela rede”.

SAIBA MAIS

Na semana passada, o deputado Mauro Bragato (PSDB) esteve na Santa Casa de Presidente Prudente para anunciar que está destinando mais R$ 1,2 milhão para a entidade. Somente nos últimos 3 anos, são R$ 9,4 milhões dos quais o parlamentar viabilizou para o hospital e para a saúde da cidade.

Bragato ainda afirmou que continua na batalha para que os funcionários públicos da região e seus familiares tenham atendimento médico de qualidade. Como vem fazendo nos últimos anos, o deputado informou que “não desiste de viabilizar” a continuação do convênio entre o Iasmspe e a Santa Casa, ou outra unidade hospitalar que atenda essa parcela da população que precisa de atenção médica.

Veja também