Secretaria da Educação avalia 62,3 mil estudantes da rede

A correção é feita pelo próprio professor e o replanejamento das ações para a melhoria do ensino também.

PRUDENTE - Laís Ernesto

Data 20/08/2014
Horário 09:09
 

Na região de Presidente Prudente, 62,3 mil alunos de 127 escolas participam da Avaliação de Aprendizagem em Processo, realizada pela Secretaria Estadual da Educação. A aplicação das provas iniciou segunda-feira, e segue até o dia 28 deste mês.

De acordo com a dirigente regional de Educação, Naide Videira Braga, 60, em Prudente, 25 unidades realizam o exame. Já na regional, são 43 estão vinculadas à Diretoria de Ensino. O objetivo, segundo a ela, é diagnosticar as dificuldades de aprendizagem dos alunos. Após a avaliação, será feito um mapeamento individual das principais dificuldades enfrentadas em cada ciclo. Assim, serão traçadas estratégias para melhorar os aspectos da aprendizagem daqueles que necessitam de atenção.

Jornal O Imparcial Alunos são examinados nas disciplinas de português e matemática

Braga explica que, dentro do período destinado ao exame, cada professor aplica a prova de acordo com o melhor dia no cronograma de aulas. A correção é feita pelo próprio professor e o replanejamento das ações para a melhoria do ensino também.

Participam da prova alunos do 2º ano do ensino fundamental até a 3ª série do médio. Serão testados os conhecimentos dos estudantes em duas matérias. A prova é composta por dez questões de matemática, dez de língua portuguesa, além da redação.

A dirigente conta que "apesar de a prova envolver as questões de matemática e português, todas as matérias que os alunos estudam podem ser avaliadas". "Em tudo eles têm que ler, interpretar, fazer contas. Por isso, essa avaliação é muito importante para conhecer o aluno", considera.

Os professores que aplicam a prova recebem um manual chamado "Comentários e Recomendações Pedagógicas", uma forma de auxiliá-los para que encontrem alternativas para melhorar o ensino.

Por meio da Assessoria de Imprensa, o secretário estadual da Educação, Herman Voowald, declara que a Avaliação de Aprendizagem em Processo é mais um dos mecanismos criados para apoiar professores e alunos em sala de aula. "O objetivo não é dar nota para o desempenho nas provas, mas identificar a dificuldade para o acompanhamento de cada um dos estudantes, de acordo com a dificuldade que eles apresentarem", afirma.

Veja também