Seis cidades da região recebem concentradores de oxigênio para pacientes com Covid-19

Equipamentos vindos de Atlanta, nos Estados Unidos, atenderão Dracena, Irapuru, Junqueirópolis, Panorama, Paulicéia e Tupi Paulista

REGIÃO - DA REDAÇÃO

Data 08/04/2021
Horário 14:43
Foto: Governo estadual
Governo liberou nesta quinta o 1º lote de concentradores de oxigênio para municípios paulistas
Governo liberou nesta quinta o 1º lote de concentradores de oxigênio para municípios paulistas

O governo de São Paulo liberou nesta quinta-feira o primeiro lote de concentradores de oxigênio para reforçar o atendimento a pacientes com Covid-19. Na 10ª RA (Região Administrativa), seis municípios serão atendidos com os equipamentos vindos de Atlanta (EUA): Dracena, Irapuru, Junqueirópolis, Panorama, Paulicéia e Tupi Paulista.

“Os concentradores vêm para desafogar essa demanda de oxigênios nos hospitais, sobretudo, nos de menor porte. O compromisso foi comprar 2 mil cilindros e mil concentradores e vamos distribuir o restante desses equipamentos até o final desse mês para garantir o atendimento em todos os municípios do Estado de São Paulo”, disse a secretária de Desenvolvimento Econômico, Patricia Ellen.

Novas entregas serão feitas de acordo com nível de urgência de cada cidade e disponibilidade de cilindros e concentradores, sem que nenhum município fique desassistido. O lote desta quinta atende 47 municípios das regiões de Araçatuba, Bauru, Campinas, Itapeva, Marília, Presidente Prudente, Região Metropolitana, São José do Rio Preto e Sorocaba.

Confira a lista completa de cidades contempladas no link https://bit.ly/31Uq0Dv. O segundo lote com 376 concentradores chegará até o final desta semana.

“Estamos unidos e trabalhando em várias frentes para que nenhum paciente deixe de ser assistido. O concentrador atenderá as necessidades do paciente leve e permitirá que os respiradores convencionais possam ser usados em pacientes mais graves dos hospitais. Na prática, funcionará como um importante recurso de apoio. Estamos empenhados em otimizar ao máximo nossa rede SUS [Sistema Único de Saúde] e para isso não estamos medindo esforços”, afirmou o secretário de Saúde, Jean Gorinchteyn.

Segundo o secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, os concentradores vão apoiar as cidades menores. “Isso significa que o Estado está concedendo uma assistência importante para vários municípios do interior paulista, que, neste momento, sofrem de forma significativa com a Covid-19. O governador João Doria [PSDB] continua atuando firme com sua equipe para poder, neste momento, que é um dos mais agressivos da pandemia, apoiar a vida e a saúde da população do Estado de São Paulo”.

3 mil equipamentos

Na semana passada, o governador João Doria anunciou a compra de 2 mil cilindros e mil concentradores de oxigênio. Os aparelhos dão apoio a pacientes menos graves, liberando respiradores mecânicos a pacientes que precisam de intubação nas UTIs (Unidades de Terapia Intensiva).

Já foram entregues 540 cilindros de oxigênio para municípios nas regiões da Baixada Santista, Vale do Paraíba, Araçatuba, São José do Rio Preto, Região Metropolitana, Campinas e Itapeva. Outros 400 equipamentos serão entregues nos próximos dias em cidades com necessidades emergenciais. Além destes, mais 1.060 serão distribuídos nas semanas seguintes, alcançando todas as regiões até o dia 30 de abril. No total, o governo do Estado efetuou a compra de 2 mil cilindros de oxigênio.

Mobilização e apoio

As Secretarias de Saúde, de Desenvolvimento Econômico e de Desenvolvimento Regional, a Agência InvestSP e o Instituto Butantan estão trabalhando em conjunto nessa iniciativa. Na última semana, grandes empresas aderiram ao chamamento para esforço conjunto no fornecimento de cilindros de oxigênio.

A Ambev vai montar uma usina exclusivamente dedicada ao envase de oxigênio na região de Ribeirão Preto para fornecimento gratuito à rede pública de saúde, em especial hospitais municipais.

A Copagaz e Ultragaz também se comprometeram a adaptar a frota de transporte de botijões de gás para distribuir os cilindros de oxigênio atendendo à logística das unidades de saúde. O acordo também será executado sem custos para Estado e municípios.

Campanha de doação

O governo de São Paulo promove uma campanha de doação de cilindros de oxigênio e convida empresas, laboratórios de pesquisa e organizações que possam doar ou emprestar os equipamentos. Para mais informações, o contato deve ser feito pelo e-mail doeO2@sp.gov.br.

Veja também