Supermercados projetam vendas menores em torno de 25% nesta Páscoa

Expectativa se dá acompanhando a redução da entrega das indústrias e alta de preços em geral; ovos de chocolate, por exemplo, tiveram reajustes que variam de 10% a 15%

PRUDENTE - DA REDAÇÃO

Data 14/04/2022
Horário 04:00
Foto: O Imparcial
Ovos de Páscoa estão com preços salgados nas gôndolas e prateleiras
Ovos de Páscoa estão com preços salgados nas gôndolas e prateleiras

De acordo com a Apas (Associação Paulista de Supermercados), a Páscoa é ainda a segunda melhor data para o varejo de alimentos, não só pelos chocolates, mas pelas compras de almoço ou jantar que as famílias realizam. Contudo, com a crise econômica que o país atravessa, a expectativa de responsáveis por supermercados é que as vendas sejam menores, em torno de 25%, acompanhando a redução da entrega das indústrias. 
Como salientam Edivaldo Peruzo, responsável pelo marketing das 10 lojas do Supermercados Estrela, - sendo sete em Presidente Prudente, duas em Regente Feijó e uma em Álvares Machado - e  João Luis Nicolosi Gasparino, gerente do Supermercado Avenida, localizado em Prudente, na Avenida Coronel José Soares Marcondes.
Os ovos de Páscoa, que tiveram alta de preços que variam de 10% a 15%, já não são mais a preferência do consumidor. Houve uma mudança no hábito de consumo. “Apenas os ovos para crianças, com brinquedo dentro, mantêm as vendas. Os demais o consumo vai caindo a cada ano. No entanto, as barras de chocolate e caixas de bombons vão ganhando espaço”, expõe Edivaldo. 
“O preço do chocolate subiu demais. Veja só, um ovo de 160g sai, por exemplo, por R$ 44, que é praticamente o peso de uma barra de chocolate, na oferta por R$ 6,90. Ou seja, dá para o cliente levar de cinco a sete barras de chocolate no preço de um ovo. Na verdade subiu muito as coisas, no geral, não só produtos de época”, completa João Luis.

Semana Santa e Páscoa

De acordo com Edivaldo e João Luis, praticamente durante todos os dias da Semana Santa, as vendas de pescados em geral, como bacalhau, sardinhas congeladas ou enlatadas, atum e merluza aumentam bastante. Além de vários itens de feira e muitos temperos como azeites, azeitonas, principalmente as pretas.
E no Domingo de Páscoa, geralmente as pessoas fazem mais churrasco, então, o consumo de carne aumenta, linguiça, tulipinhas de frango e bebidas, desde a tradicional cerveja a vinhos, espumantes, e produtos especiais como colomba pascal.

Foto: O Imparcial

Durante todos os dias da Semana Santa, vendas de itens para o almoço especial de Páscoa aumentam

SAIBA MAIS

Chocolatarias estimam aumento de até 40% nas vendas de Páscoa 

Ovos de Páscoa artesanais: incremento à renda de confeiteiros

Veja também