Suspeito de cometer roubo é morto em troca de tiros com a polícia em Montalvão

Após assalto a uma residência juntamente com três indivíduos, rapaz entrou em confronto com agentes enquanto fugia pela mata da estrada que liga distrito à Prudente

PRUDENTE - CAIO GERVAZONI

Data 05/01/2022
Horário 12:37
Foto: Polícia Militar
Em Montalvão, três homens foram presos por tentativa de latrocínio e um deles com o aditivo de corrupção ativa
Em Montalvão, três homens foram presos por tentativa de latrocínio e um deles com o aditivo de corrupção ativa

Três homens foram presos em flagrante na noite desta terça-feira pelo assalto a uma residência no distrito de Montalvão, em Presidente Prudente. Outro suspeito de cometer o roubo trocou tiros e foi morto pela polícia enquanto fugia pela mata da via que liga o distrito à Prudente.

De acordo com o boletim de ocorrência, o acontecido começou quando dois indivíduos armados entraram na casa, anunciaram o assalto e renderam três pessoas, que reagiram ao assalto. Um homem de 60 anos foi baleado na perna.

Ainda conforme o registro policial, um dos assaltantes, enfurecido, efetuou disparos contra uma mulher de 41 anos dizendo que pretendia matá-la. Os indivíduos fugiram do local levando pertences pessoais das vítimas. Um deles foi preso na fuga e de pronto confessou o crime. Ele portava um notebook subtraído no roubo.

O outro homem foi morto após troca de tiros com a polícia. Ao avistar a viatura policial, o indivíduo fugiu para a mata, reagiu à abordagem e no confronto veio a óbito. Segundo o boletim, “os policiais agiram no estrito cumprimento do dever legal e em legítima defesa”.

Conforme indica o registro policial, os agentes receberam a informação de que, após o roubo, os homens debandaram do local em um Honda Civic preto. Por saber que um dos suspeitos tinha um veículo com as mesmas características e participação em crimes do mesmo tipo, a polícia foi até a residência do indivíduo e encontrou-o com o “celular em mãos, conversando, aparentemente, sobre o roubo ocorrido em Montalvão”.

O rapaz indicou aos policiais onde o outro suspeito estava. Posteriormente, a informação veio a se confirmar e o indivíduo foi preso. No caminho para a delegacia, o homem do Honda Civic preto ofereceu R$ 40 mil na tentativa de corromper os agentes, mas não teve êxito e também responderá pelo crime de corrupção ativa. 

A residência que foi alvo da tentativa de latrocínio, o local onde houve a troca de tiros entre o suspeito que veio a óbito e a polícia e também o veículo passaram pela vistoria da perícia técnica. Os três homens foram presos por tentativa de latrocínio e um deles com o aditivo de corrupção ativa. 

Veja também