Publicidade

Tadashi Kuriki: eloquente e perspicaz

Dono de uma das vozes mais lindas do rádio prudentino e detentor de uma escalada política sequencial como vereador, deputado estadual e deputado federal

PRUDENTE - HOMERO FERREIRA

Data 24/05/2020
Horário 09:15
Arquivo pessoal - Tadashi Kuriki: trajetória brilhante Foto: Arquivo pessoal - Tadashi Kuriki: trajetória brilhante

Lá se vão mais de 30 anos. Novembro de 1988. Eleições na terça-feira, dia 15. Apuração concluída no final da manhã de sexta-feira, 18. À tarde ato público em comemoração à vitória do prefeito Paulo Constantino. Local: Avenida Coronel Marcondes esquina com a Barão do Rio Branco. Uma fala permanece incrustada na memória do então jovem repórter, autor desta reportagem especial de O Imparcial. Tadashi Kuriki saudou o público. Pediu a todos que prestassem atenção no relógio da catedral. Naquele exato momento ocorreram as quatro badaladas, das 16h. Então, disse que cada badalada era a benção de cada um ano dos quatro do mandato de Constantino, que foi de 1989 a 1992. E foi o mais brilhante pronunciamento de um tempo em que os políticos tinham a qualidade de falar bem.

Como inteligência e empatia andam de mãos dadas, Tadashi Kuriki tem em sua brilhante trajetória o fato de ter sido eleito seguidamente vereador, deputado estadual e deputado federal. Sua habilidade política resultou em fato histórico para Prudente: o de trazer Fernando Collor de Mello para o lançamento do Plano Agrícola Nacional, em 1992. Foi a primeira vez que um presidente em pleno exercício do mandato, sendo que depois vieram Fernando Henrique Cardoso, na campanha por sua reeleição em 1998; e mais recentemente Dilma Roussef, em 2015, para entregar o Conjunto Habitacional João Domingos Netto, com 2.343 unidades do programa federal Minha Casa, Minha Vida. A visita de Collor também contou com a articulação de Constantino e sua estada em Prudente gerou a liberação de recursos para a cidade e região.

MÃE JAPONESA, PAI

NASCIDO NOS EUA

Ainda que tenha em seu currículo a condição de homem público, Tadashi Kuriki é de comportamento reservado em sua vida pessoal. Natural de General Salgado (SP), na região de São José do Rio Preto, nasceu em 11 de junho de 1940. Filho de Watal Kuriki e Chioko Kuriki, ambos falecidos. A mãe veio do Japão ainda criança. O pai nasceu nos Estados Unidos; registrado norte-americano, também chegou ao Brasil ainda criança. Suas famílias trabalharam em lavouras de café. Quando tinha oito anos de idade, seus pais foram para Santo Inácio (PR) e se mudaram para Prudente quando estava com 11, para estudar os filhos. Tadashi Kuriki se diz prudentino desde 1952. Estou no Colégio São Paulo e no IE (Instituto de Educação) Fernando Costa. É bacharel em Direito pela então Instituição Toledo de Ensino.

Fora da vida pública constam as atuações como comerciário, radialista, despachante, corretor de imóveis e empresário. Se tornou muito conhecido pela rádio, no qual ingressou aos 18 anos de idade, na então PRI-5 A Voz do Sertão, a Rádio Difusora. Depois foi para a ZYR-84, Rádio Prudente. Também trabalhou na Comercial e na extinta Piratininga.  Está entre os poucos descendentes de japoneses que narraram futebol e só não trabalhou nas grandes emissoras de São Paulo porque não quis. Poderia ter seguido com José Italiano, Joseval Peixoto, José de Alencar e outros. Preferiu estudar e permanecer em Prudente. Em março de 1978, casou-se com Maria Helena Uliam Kuriki e têm quatro filhas, todas prudentinas: Erika - cirurgiã dentista, Hellen - promotora pública, Evelyn – jornalista, e Heloyse – professora universitária.

REALIZAÇÕES NA

ÁREA POLÍTICA

Foi vereador de 1983 a 1987; deputado estadual de 1987 a 1991; e deputado federal de 1991 a 1995. Em seu histórico na vereança estão a proposta do metrô de superfície, que não decolou, mas ainda faz sentido nos dias de hoje, inclusive diante sérios problemas do transporte coletivo urbano; e luta pela construção do primeiro shopping da cidade: o Americanas, inaugurado em 1986. Com a venda do Estádio do Parque São Jorge, Tadashi Kuriki foi o autor do projeto que declarou a área como de utilidade pública, cuja lei só poderia ser revogada mediante a construção de obra condizente com a grandeza da cidade.

Como deputado estadual, dentre outros feitos, na condição de presidente da Comissão de Assuntos Municipais, trabalhou pela criação de 26 municípios, entre eles, os de Rosana e Euclides da Cunha Paulista.

Seguindo a sua atuação como parlamentar paulista, na condição de deputado federal, teve destacada atuação à frente de comissões permanentes que trabalham por políticas públicas de grande interesse social, econômico e ambiental para o Brasil. Fez parte das comissões de agricultura e política rural; ciência e tecnologia; comunicação e informática; defesa do consumidor; meio ambiente e minorias; sociedades indígenas; e produtos à base de asbesto/amianto. Em 1986, se elegeu deputado estadual com 30.564 votos. Em 1990, se elegeu deputado federal, com 57.610 votos, quando Prudente tinha um pouco mais de 150 mil habitantes; embora seus votos não tenham sido somente na cidade.

Tadashi Kuriki teve dois irmãos que já morreram: Sussumu e Takashi.  Dos outros cinco irmãos, Beatriz, Elisa, Aristeu e Vital, moram em São Paulo; e Tereza mora em Maceió. Com o entendimento de que o rádio tem grande significado em sua vida, mantém na memória, dos mais antigos aos atuais, nomes como os de Joaquim Nascimento, Joseval Peixoto, Adelmo Vanalli, Rubens Shirassu, José Italiano, José de Alencar, Valdomiro Bavaresco, Antônio de Figueiredo Feitosa, Ismael Silva, Homéro Ferreira e Sinomar Calmona. Cada um com suas qualidades e dentre as de Tadashi Kuriki sobressaem a eloquência e a perspicácia, aliadas a uma das vozes mais lindas do rádio prudentino em todos os tempos.

Fotos: Arquivo pessoal

Tadashi Kuriki: discursos marcados pela eloquência, perspicácia e uma linda voz

Ele em campanha para deputado estadual 

Tadashi e Paulo Maluf em andança política pela região

 Tadashi Kuriki na Assembleia Legislativa de São Paulo

Entrevista concedida por Kuriki na sede de O Imparcial

Colação de grau de Tadashi Kuriki, formado em Direito

Veja também