Unesp e governo assinam contrato para reforma da pista de atletismo

Valor de investimento, conforme publicado no DOU, será de R$ 5.423.757,63, sendo R$ 5.418.333,63 de responsabilidade da União e R$ 5.424 de contrapartida da universidade

Esportes - THIAGO MORELLO

Data 31/12/2020
Horário 08:44
Foto: Arquivo
Última reforma ocorreu em 2002, quando o piso foi substituído por um novo
Última reforma ocorreu em 2002, quando o piso foi substituído por um novo

O sonho de reformar a pista de atletismo da FCT/Unesp (Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Estadual Paulista), em Presidente Prudente, é um sonho que vem correndo desde 2013. Ano após ano de negociações e conversas, quando estava prestes de conseguir o feito, um passo atrás sempre era dado. Mas agora, tudo indica que o trabalho deve ocorrer. Isso porque, nos últimos dias, saiu no do DOU (Diário Oficial da União) que o governo federal e a universidade assinaram o contrato para a reforma do espaço.
A reportagem tentou falar com a diretoria local sobre o feito, mas não conseguiu contato até o fechamento dessa edição. Contudo, a assessoria de imprensa da universidade confirmou a informação. Em nota, a unidade de ensino destacou ainda que “os recursos foram liberados e a Unesp executará a obra em 2021, se tudo correr bem com a licitação”.
O valor de investimento será de R$ 5.423.757,63, sendo R$ 5.418.333,63 de responsabilidade da União, ainda como consta no Diário Oficial da União. Nesse cenário, a instituição fica com a contrapartida no valor de R$ 5.424.

Reconhecimento da importância

No último novembro, o ex-velocista, futuro secretário de Esporte de Prudente, André Domingos, esteve junto à Secretaria Nacional de Esporte, onde se reuniu com o secretário especial do Esporte, Marcelo Reis Magalhães, e com o titular da Secretaria Nacional de Esporte de Alto Rendimento, Bruno Souza, para tratar da nova pista de atletismo para a FCT/Unesp. O vice-diretor da unidade de ensino, Aldo Job, também estava presente.
Na ocasião, a pasta de âmbito federal já havia dado a garantia de ajuda. Hoje, com a certeza, André comemora. “A pista de atletismo da Unesp tem muita relevância, tem um significado muito grande. Então, que bom que o Marcelo Reis Magalhães e o Bruno Souza tiveram esse olhar clínico de identificar essa relevância que a pista tem pra gente. Eu estou muito contente de ter contribuído de alguma forma para melhoria e reestruturação dessa pista, que tanto tem DNA e uma história muito linda para Presidente Prudente e para o Brasil”, declara.
André também mencionou o nome do prefeito eleito em Prudente, o deputado estadual Ed Thomas (PSB), que segundo ele, também ajudou nessa conquista, e fez questão de destacar o quanto foi recebido de forma “honrosa” quando esteve em Brasília [DF].

Demanda antiga

Conforme noticiado por O Imparcial, a direção da FCT/Unesp espera a verba para a reforma da Pista de Atletismo Mario Covas desde 2013. Em decorrência do clima da cidade, o local enfrenta desgastes do tempo, o que prejudica o desempenho dos esportistas que a usam. Por esta razão, a manutenção deveria ser feita o quanto antes. A última reforma ocorreu em 2002, quando o piso, de maneira total, foi substituído por um novo.
Cabe lembrar que um projeto foi aprovado em 2013 - junto ao governo federal - criando assim um convênio entre a unidade unespiana e o antigo Ministério do Esporte. O resultado foi o repasse de um recurso orçamentário, no valor de R$ 12.599.329,21, destinados à revitalização da pista olímpica. Mas a condição combinada na época foi de que a faculdade iria dispor de 10% de contrapartida da cifra. Sendo assim, o montante ficaria dividido em R$ 11.336.237,28 para o órgão ministerial e R$ 1.263.091,93 para a instituição de ensino.
O tempo passou, e a dificuldade em cumprir como prometido esbarrou no prazo final da vigência do contrato. Contudo, na época, a diretoria da FCT/Unesp explicou que o campus conseguiu prorrogar o tempo em julho de 2017, e novamente em maio de 2018. Mas desde então, nada de concreto ocorreu, em vista da dificuldade com a contrapartida.

Veja também