Unicesumar arrecada alimentos para Fundo Social de Prudente

Ponto de coleta será no Supermercado Estrela do Ana Jacinta, neste sábado, das 10h às 16h; universidade concede descontos nas mensalidades em troca das doações

PRUDENTE - DA REDAÇÃO

Data 10/07/2020
Horário 15:37
Cedida - Ação seguirá todas as medidas de higiene e distanciamento, respeitando as normas de segurança contra a Covid-19 Foto: Cedida - Ação seguirá todas as medidas de higiene e distanciamento, respeitando as normas de segurança contra a Covid-19

Neste sábado, a Unicesumar estará no Supermercado Estrela do Ana Jacinta, em Presidente Prudente, das 10h às 16h, para arrecadação de cestas básicas, que serão entregues no Fundo Social de Solidariedade. A ação seguirá todas as medidas de higiene e distanciamento, respeitando as normas de segurança contra a Covid-19.

Por meio da campanha “Corrente do Bem”, a Unicesumar também concede descontos nas mensalidades dos cursos de graduação e pós-graduação da Educação a Distância em troca da doação das cestas básicas. Conforme o diretor comercial, Paulo Medeiros, o objetivo é incentivar a capacitação e persistência por um mundo melhor, mesmo em meio às incertezas provocas pela pandemia do novo coronavírus.

A ação consiste na concessão de descontos para novos alunos que doarem cestas básicas. Quem doa uma cesta, não paga a primeira mensalidade. Já quem contribuir com duas cestas básicas, além da isenção do pagamento da parcela inicial do curso, ainda recebe 70% de desconto nas mensalidades durante todo o curso.

Desde o dia 4 de julho, a instituição realizou a ação em outros cinco polos: Tupã, Osvaldo Cruz, Adamantina, Dracena e Presidente Epitácio. Todos os subsídios também foram entregues para as Assistências Sociais ou entidades vinculadas do município.

 

Fundo Social de Prudente

O Fundo Social de Presidente Prudente, em parceria com a Assistência Social do município, atende cerca de três mil famílias cadastradas. Durante a pandemia da Covid-19, maioria delas recebeu cestas básicas e kits de higiene pessoal e limpeza.

Conforme a assessora Odete Tonhon, com a pandemia do novo coronavírus, os atendimentos mensais triplicaram, sendo 400 em março, 1.108 em abril e 1.380 em maio. “Com a atual crise, muitas famílias que nunca foram atendidas pelo Fundo e pela Assistência Social procuram ajuda agora”, revela Odete.

Veja também