Usuários da SOU reclamam de superlotação em ônibus

Semob diz que ampliou para 62 o número de ônibus à disposição dos usuários, com a chegada de 7 novos veículos, que foram incluídos nas linhas e horários de maior movimentação de passageiros

PRUDENTE - DA REDAÇÃO

Data 18/02/2022
Horário 05:55
Foto: O Imparcial
Semob informa que incluiu mais ônibus nas linhas em horários de maior movimentação de passageiros
Semob informa que incluiu mais ônibus nas linhas em horários de maior movimentação de passageiros

No início da tarde de ontem, a reportagem percorreu alguns pontos de ônibus para compreender qual a situação do transporte coletivo urbano em Presidente Prudente. Na ocasião, conversou com usuários da SOU (Sistema de Ônibus Urbano), que relataram superlotação em linhas de maior movimentação, principalmente em horários de pico, uma vez que houve o retorno das aulas presenciais; problemas no sistema de bilhetagem por parte dos estudantes; ausência de integração em viagens com intervalo menor do que o previsto (1h); e queixas quanto ao mau funcionamento do ar-condicionado em alguns veículos.  
No Terminal Urbano da Avenida Brasil, a reportagem encontrou a aposentada Cleuza Batista, 65 anos, que mora no Jardim Eldorado. À reportagem, ela pontou que a frequência de ônibus em seu bairro é de 2h em 2h, e isso acaba dificultando o seu uso e o dos demais passageiros. “Essa é a minha única queixa. A empresa precisa apenas fazer um ajuste nas linhas que passam pelo meu bairro”, diz. 
A diarista Tereza de Jesus Monteiro, 48 anos, que reside no Jardim Morada do Sol, diz que sua filha, que estuda na Escola Estadual Professora Maria Luiza Bastos, tem dificuldade para retornar para casa após as aulas. “Ela precisa de um ônibus 16h10 para vir embora. Como não tem, ela e outros estudantes acabam pegando um ônibus para o Conjunto Habitacional João Domingos Netto. Eles descem na pista e vêm caminhando até em casa”, detalha. “Além desse problema, também há lotação nos ônibus, principalmente nos horários de pico”, acrescenta. 

Centro da cidade

No ponto de ônibus da Praça Monsenhor Sarrion, no centro da cidade, a reportagem encontrou o padeiro Odailton Novaes Pereira, 45 anos, que também mencionou lotação nos ônibus. “Eu moro no Residencial III Milênio e enfrento lotação no transporte, principalmente às 6h, horário em que os estudantes estão a caminho das escolas”, afirma. 
A auxiliar de serviços domésticos, Matilde Passos Vieira, 49 anos, que mora nas proximidades do Jardim Cobral, diz que o ônibus que toma nas primeiras horas do dia (Brasil Novo X Residencial III Milênio) “vem lotado” de passageiros. “Podia ter dois ônibus nos primeiros horários do dia”, diz. Além disso, ela se queixa da ausência de integração em viagens com intervalo menor do que o previsto (1h). 
Soeli Soares de Melo, 45 anos, que também atua como auxiliar de serviços domésticos, diz que tem utilizado ônibus com mau funcionamento do ar-condicionado, e, com isso, se faz necessário abrir janelas para circulação do ar.

Nota da Semob

Sobre aumento no número de passageiros após o retorno do ano letivo, a Semob (Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana e Cooperação em Segurança Pública) informou, através de nota, que ampliou para 62 o número de ônibus à disposição dos usuários do transporte coletivo, com a chegada de sete novos veículos neste fim de semana, os quais foram incluídos nas linhas e horários de maior movimentação de passageiros. “Apenas no Conjunto Habitacional João Domingos Netto, por exemplo, pela manhã são três linhas e mais oito horários especiais, garantindo pelo menos um ônibus a cada 20 minutos no bairro”. 
Ainda conforme a pasta, o serviço de bilhetagem eletrônica está em pleno funcionamento, e o cidadão também pode baixar o aplicativo da SOU e ter acesso a diversas informações sobre o serviço, como todas as linhas, horários e pontos de parada dos ônibus.

Fotos: O Imparcial 


Cleuza Batista se queixou da pouca frequência de ônibus para o seu bairro


Tereza de Jesus diz que a filha tem enfrentado dificuldade para retornar da escola 


Odailton Novaes também mencionou uma lotação no transporte


Matilde: “Podia ter dois ônibus nos primeiros horários do dia”


Soeli diz que tem utilizado ônibus com mau funcionamento do ar-condicionado

SAIBA MAIS

Transporte coletivo de Prudente ganha mais sete veículos neste fim de semana

Usuários da SOU apontam dificuldade para emissão do cartão do transporte coletivo

Veja também