Valores majorados

Homéro Ferreira

COLUNA - Homéro Ferreira

Data 11/12/2020
Horário 04:19

Gera polêmica a majoração sobre remoção e diária da permanência no pátio de veículos apreendidos em Prudente, numa variação entre 200% e 600%.  Por exemplo: a remoção de veículo leve saltou de R$ 114,74 para R$ 432,20.

Seria punição?

O Imparcial trouxe na edição de ontem os valores anteriores e os atuais. Como coluna de informação e opinião, o Plantão entende que o valor mais alto que o praticado no mercado mais parece punição do que propriamente o serviço de guincho.

Três penalidades

Tomando como base taxa de licenciamento em atraso, são duas as penalidades: a natureza gravíssima da infração leva à perda de 7 pontos na CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e multa de R$ 293,47. O preço caro da remoção seria a terceira penalidade?

30% mais barato

Em cidades, nas quais é utilizada tabela do Detran-SP (Departamento Estadual de Trânsito), a remoção por reboque (serviço de guincho) é de R$ 303,71; ou seja, 30% mais barato que o novo valor instituído em Prudente.

Maior parte

Em momento de transição da gestão pública municipal, certamente não há como falar em sanha arrecadatória. Mas fato é que a Prefeitura estabeleceu outorga de 59% sobre a arrecadação bruta da empresa concessionária que fica, então, com 41%.

Apenas o serviço

Seguindo o raciocínio lógico, também é fato que a Prefeitura tem como abocanhar menos e cobrar pelo serviço de remoção um valor que retiraria essa espécie de caráter punitivo, já que essa finalidade cabe à multa e aos pontos na carteira. 

Ganho no leilão

Caso não seja retirado do pátio pelo proprietário, em 60 dias o veículo vai à leilão. Como a nota fiscal é emitida na cidade, gera arrecadação de ISS (Imposto Sobre Serviços) para a Prefeitura. 

Valores defasados

Conforme o secretário municipal de Mobilidade Urbana, Adauto Cardoso, os valores estavam defasados. Em 2019, o pátio de apreensão que era mantido pela Prefeitura teve despesas de R$ 686 mil, arrecadação de R$ 309 mil e déficit de R$ 377 mil.

Milhões de reais

O presidente da executiva do Podemos em Prudente, Juliano Borges, anuncia que, através de indicação da deputada Renata Abreu, junto à bancada do partido na Câmara Federal, serão destinados R$ 3,1 milhões para o HR (Hospital Regional). 

Pedido regional

A parlamentar atendeu ao apelo de correligionários na região, incluindo 32 vereadores eleitos em 17 municípios. Em Presidente Prudente, Mauro Neves foi reeleito e o professor Negativo Júnior estará estreando no cargo.

12 mil páginas

Por solicitação do prefeito Nelson Roberto Bugalho (PSDB), foi entregue ontem no seu gabinete toda farta documentação da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Transparência do Transporte Coletivo, com mais de 12 mil páginas digitalizadas e várias gravações. 

Poucos dias

Além de outras medidas aprovadas por unanimidade pelos 13 vereadores, está a quebra imediata do contrato com a concessionária do transporte coletivo, a Prudente Ubano. Como só restam 21 dias da atual gestão municipal, é possível que nada seja feito.

Veja também