Verdadeiros heróis da pandemia

Toninho Moré

COLUNA - Toninho Moré

Data 26/03/2021
Horário 03:32

Descobri outros heróis da pandemia, os professores das aulas online para crianças. “Não é fácil trabalhar nesta área num momento deste”. Crianças com até sete anos dificilmente conseguem se concentrar no vídeo durante as aulas. Os professores fazem o máximo para atrair a atenção de cada um.

Os pais no estresse

Tentando auxiliar o filho, os pais acompanham as aulas e daí vem o “estresse”. Eles se irritam com o desinteresse das crianças e começa a discussão, além do áudio intrigante dos insistentes pedidos de “tio, tia” que não param na telinha. 

São ou não são?

Aí eu pergunto, diante disso, os professores são ou não são verdadeiros heróis? Olha! Manter uma aula de quase cinco horas pela manhã para crianças utilizando celulares, realmente é uma tarefa para quem tem muita paciência, capacidade e amor pela profissão. Parabéns aos professores.

Outra profissão que merece respeito

Outra profissão que vem se destacando na pandemia é a de motoboys. Se não fossem eles, muitas pessoas teriam que sair de casa para comprar comida, bebida e outros produtos. Eles vêm garantindo a obediência às restrições através de um trabalho intenso.

Local silencioso

Basta ficar num local silencioso, especialmente a partir das 19h, que notaremos o tanto de motos passando pelas ruas através do barulho dos escapamentos. São os motoboys trabalhando no delivery de diversas empresas.

Web rádios

Tem um novo produto virando muito bem na atualidade. São as web rádios. Podem ser montadas em cima de um “streaming” de áudio a custo baixo. Radialistas, qualquer um deles pode montar uma emissora dessa e fazer sucesso. O radialismo é uma profissão que vicia e muitos profissionais desta área sonham em ter sua própria emissora. A chance está aí. Eu tenho uma web rádio, a 163webradio.com.

Máquina do tempo

Em Santo Anastácio, o radialista Kaká Oliveira mantém uma web rádio que é um grande sucesso na cidade e região. Ele fundou, perseverou e vem obtendo sucesso com a “Máquina do Tempo”. Faz programação ao vivo com profissionalismo e tem audiência forte, principalmente em sua cidade. 

Agradecimento

Agradeço aos queridos amigos jornalistas Sinomar Calmona e Homéro Ferreira pela referência que fizeram à nossa coluna publicada na última sexta-feira. Fiz toda a matéria em torno da vida do senador Major Olímpio, que morreu na quinta-feira passada. Acabei fazendo um texto de última hora, e substitui o que havia preparado. Obrigado aos dois e outros leitores que também teceram elogios à matéria. 

Estado de alerta

Notaram que estamos vivendo um novo sentimento, o do “alerta”. Muitos comentam que o momento é de ansiedade, outros falam que estão vivendo depressão, mas, na verdade, vivemos atualmente com uma “luz vermelha” acesa em nossa mente. Estamos em estado de alerta, com receio de tudo a nossa volta e à espera da vacina. 

Felicidade no momento da vacina

Nossa coluna tem acompanhado o ponto de vacinação em Presidente Venceslau, e notamos que as pessoas sentem um alívio impressionante após ser imunizado, mesmo que seja com apenas a primeira dose. No rosto das pessoas parece que estão desligando o interruptor da luz do alerta. 

Um museu venceslauense

Fiquei sabendo nesta semana que uma família venceslauense vai investir na construção de um prédio na área central da cidade para abrigar um museu da história da comunidade. O conteúdo já existe, principalmente na área impressa de jornais. O museu funcionará como um ponto de apoio à cultura de Presidente Venceslau. Ideia fantástica. 

Recebeu respiradores

A prefeita Bárbara Vilches (PV) fez a entrega nesta semana de três respiradores enviados pelo governo federal à saúde de Presidente Venceslau. Os equipamentos aumentaram a capacidade de atender pacientes com síndrome respiratória nesta pandemia de Covid-19. Os respiradores foram um pedido da bancada federal do Partido Verde à federação.

Veja também