Aviso aos Distraídos

O Espadachim, um cronista a favor do tango e da tanga

OPINIÃO - Sandro Villar

Data 23/05/2020
Horário 05:30

Entrando de sola no assunto, mesmo não sendo sapateiro, aviso aos distraídos que a célebre frase "deu com a língua nos dentes" não tem nada a ver com sexo. Isso mesmo: sem conotação sexual. A expressão refere-se apenas aos indiscretos, enfim, aos fofoqueiros de plantão que não sabem guardar segredos.

A mesma coisa acontece com outra frase famosa: deu com os burros n’água. Nunca se sabe ao certo, mas os mais distraídos podem achar que a expressão diz respeito a uma mulher que teve relação sexual dentro da água, como, por exemplo, um riacho onde burros matavam a sede sem notar o "pega pra capar" que se desenrolava ao lado. 

É somente uma metáfora, uma imagem, muito usada desde que o Brasil é o Brasil. Deu com os burros n’água quer dizer fracasso, malogro, insucesso, fiasco, fraude e o escambau. Por exemplo: o Temer (está com saudade do vampirão?) deu com os burros n’água com aquela bobagem Ponte Para o Futuro. Uma farsa completa.

E a metáfora "acertou na mosca?" Também muito usada e o cronista amplia a frase com a observação de que há sortudos que acertam na mosca e em outros insetos. Nesse grupo seleto de vencedores, estão celebridades como o jogador Neyoceano, quer dizer, Neymar e cantores do estilo sertanojo, como dizia o compositor Lourival dos Santos, responsável por vários sucessos da dupla Tião Carreiro e Pardinho.

E a expressão "entrou bem?" Bem, é isso que aguardam os futuros aposentados do nosso armado (olha a posse de armas) Brasil varonil com a reforma da Previdência. O governo não tem peito (ia dizer outra coisa) para peitar os grandes sonegadores que devem perto de R$ 1 trilhão para a Previdência.

Frigoríficos, bancos e prefeituras de capitais estão nesse grupo que, se pagasse, os cofres da Previdência estariam abarrotados de grana. Em vez disso, os pobres velhinhos, como aconteceu no Chile, pagarão o pato, como sugere o Chicago boy Paulo Guedes, suspeito de querer transferir a Previdência para os bancos. Uma dúvida: seria Guedes o novo pianista do Titanic?

Já a metáfora "entrou bem" também tem seu equivalente "entrou numa fria". Quando se trata de uma grande fria pode-se dizer que o sujeito entrou num iceberg. Mas, se você entrou numa fria - ou num iceberg -, não desista. Levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima. Ou por baixo.

DROPS

O Brasil está bem das pernas... na São Paulo Fashion Week.

Maia já recebeu 32 pedidos de impeachment contra o Mito Messias e resta saber se terá peito para desencadear o processo.

Ranking é uma rã macho com mania de rei.

Estamos todos na mesma canoa ou num barco à deriva?

Bolsonaro diz que está em evolução. Ué, não sabia que o presidente frequentava escola de samba.

 

 

Veja também