Com baixa adesão, VEM de Prudente alerta para imunização de crianças até seis anos contra a influenza

Neste público, foram aplicadas 5.676 doses, o que representa quase 40% da estimativa de 14.292; segundo o órgão, atingir índices altos neste grupo é uma dificuldade enfrentada em todo país

PRUDENTE - DA REDAÇÃO

Data 22/05/2020
Horário 15:08
Arquivo - No total, 66.697 pessoas foram imunizadas contra a doença em Prudente Foto: Arquivo - No total, 66.697 pessoas foram imunizadas contra a doença em Prudente

A VEM (Vigilância Epidemiológica Municipal) de Presidente Prudente chama atenção para o índice atingido no grupo de crianças de seis meses a menores de seis anos durante a Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza, a gripe. Até esta quarta-feira, foram aplicadas 5.676 doses, o que representa quase 40% da estimativa de 14.292. Segundo o órgão, atingir índices altos neste grupo é uma dificuldade enfrentada em todo país. Dessa forma, orienta que os pais e/ou responsáveis levem as crianças à unidade de saúde mais próxima da residência para garantir a imunização contra a gripe.

O balanço divulgado na quinta-feira ainda aponta que, no geral, 66.697 pessoas foram imunizadas contra a doença, o que representa quase 83% das 80.502 que integram algum grupo prioritário. Entre os grupos, os dados são os seguintes: 33.343 aplicados em idosos, o que equivale a pouco mais de 116% da estimativa de 28.570 pessoas com mais de 60 anos; 11.200 em trabalhadores de saúde, o que representa mais de 125% da estimativa de 8.941 profissionais da área; e 7.712 em pessoas com comorbidades, o que resulta em mais de 59% dos 12.956 munícipes que integram o público-alvo.

Ainda entre os grupos: 801 doses aplicadas em gestantes, o que soma mais de 37% das 2.156 mulheres grávidas; e 137 em puérperas, o que representa quase 39% das 354 mulheres que tiveram bebês em até 45 dias.

Entre os grupos que entraram na campanha nesta semana, os números são os seguintes: 3.093 doses aplicadas em pessoas de 55 a 59 anos, o que soma pouco mais de 28% entre as pessoas nesta faixa etária; e 671 em professores, o que representa mais de 33% da estimativa de 1.999 profissionais da educação.

Embora não haja estimativa, a VEM informa que foram imunizadas 95 pessoas com deficiência; 967 pessoas que integram o grupo das forças de segurança e salvamento; outras 771 entre caminhoneiros; outras 270 entre motoristas de transporte coletivo; e 1.547 entre a população privada de liberdade e os profissionais do sistema prisional. A VEM comunica ainda que foram vacinadas 414 pessoas sem comorbidades.

Cabe ressaltar que a vacina não protege contra a Covid-19. A dose protege contra os vírus influenza A(H1N1)pdm09, A(H3N2) e Influenza B. Pelo fato de os sintomas de ambas as doenças serem semelhantes, a intenção de imunizar os grupos prioritários é de minimizar o impacto sobre os serviços de saúde e auxiliar na exclusão de diagnósticos de coronavírus. Por isso, a VEM reforça que todos que integram algum grupo prioritário devem garantir a imunização contra a gripe.

Veja também