Energia de biomassa

  • 22/08/2019 01:09
  • Marco Antonio Del Grande Alegre

A energia de biomassa é a energia que se obtém durante a transformação de produtos de origem animal e vegetal, para a produção de energia calorífica e elétrica. Um dos primeiros empregos da biomassa pelos humanos, para adquirir energia, teve início com a utilização do fogo como fonte de calor e luz. O domínio deste recurso natural trouxe à humanidade a possibilidade de exploração dos minerais, minérios e metais, marcando novo período antropológico.

O grande salto da utilização de energia oriunda de biomassa deu-se com a queima de subprodutos lenhosos na siderurgia, a partir de 1750, durante o período pré-industrial. Nos anos que compreenderam o século 19, com o surgimento da tecnologia a vapor, que deu início à Segunda Revolução Industrial, a biomassa passou a ter papel primordial também para obtenção de energia mecânica, com aplicações em setores da indústria e nos transportes. Durante os colapsos de fornecimento de petróleo que ocorreram durante a década de 1970, essa importância se tornou evidente pela ampla utilização de produtos procedentes da biomassa, tais como o álcool, gás de madeira, biogás e óleos vegetais nos motores de combustão interna.

O advento das mudanças climáticas, percebidos a partir da década de 1980, com o surgimento do IPCC (Painel Intergovernamental sobre Mudança do Clima) também aceleraram este processo, priorizando o desenvolvimento de projetos oriundos de energias limpas, com o escopo de mitigar os impactos ambientais gerados pelas emissões de gases de efeito estufa na atmosfera, causados principalmente pela queima de combustíveis fósseis, especialmente o petróleo, carvão mineral e o gás natural, buscando o equilíbrio climático.

Atualmente, segundo dados da Empresa de Pesquisa Energética, a biomassa vem sendo cada vez mais utilizada na geração de eletricidade, principalmente em sistemas de cogeração e no suprimento de eletricidade para demandas isoladas da rede elétrica, atingindo a marca de 9,2% da capacidade energética brasileira, o que corresponde a 12,34 GW da capacidade total de 133,9 GW de energia elétrica gerada no Brasil.

Em sistemas de cogeração dos setores industrial e de serviços no Brasil, a utilização da biomassa como fonte de energia elétrica tem sido crescente. Em 2014, o país chegou a gerar 590,5 TWh, resultado 3,4% superior ao de 2013. No que se refere à geração termelétrica, em 2014, houve uma participação de 34,7% no total da geração de energia elétrica no país, o que representou um crescimento de 18% em relação ao ano anterior, sendo que a biomassa, como fonte, participou de 22,6% da geração termelétrica.

Em 2014, segundo o Ministério de Minas e Energia, o setor sucroalcooleiro gerou 32,3 TWh, sendo 19,1 TWh atribuídos ao mercado e 13,2 TWh destinados ao consumo próprio. Assim, a geração por bagaço de cana representa 70% da geração total por biomassa, tendo sido gerados os 30% remanescentes, principalmente, pela indústria de papel e celulose, com a utilização de lixívia, lenha e resíduos de árvores.

ÚLTIMAS DO AUTOR

Bioma Amazônia

  • 19/09/2019 04:13

Energia hidráulica

  • 05/09/2019 03:16
Marco Antonio Del Grande Alegre

Marco Antonio Del Grande Alegre

Marco Antônio Del Grande Alegre é advogado e CEO da MG Carbon - Projetos de Carbono.

Contato: marco.alegre@yahoo.com.br

PUBLICIDADE