Inovar, em tempos de pandemia, também é preciso...

EDITORIAL - Da Redação

Data 05/06/2020
Horário 04:10

A adoção das medidas de isolamento social, impostas para combater a pandemia do novo coronavírus no país, fechou os palcos do teatro e da música. Suspendeu a exibição de filmes nas telonas, bem como as visitas a museus, bibliotecas, entre outros grandes centros culturais Brasil afora. Afastados do público e, acostumados com o calor humano dos shows, artistas dos mais variados estilos, dos iniciantes aos mais consagrados, vêm encontrando um jeito de matar a saudade da música, promovendo as famosas lives pela internet. O que começou de forma simples, na varanda da própria casa, com milhares de acessos simultâneos, hoje já conta com ampla estrutura, sempre obedecendo, claro, as medidas de segurança.

Sem dúvidas, uma forma do cantor continuar divulgando seu trabalho e, principalmente, promover entretenimento às famílias  que, após mais de dois meses em quarentena, já não encontra muitas outras opções de se distrair em casa.

Com o mesmo propósito, porém, agora de forma bem mais inusitada, sem precisar ver pela TV ou celular, começam a ocorrer pelo país as apresentações drive-in, uma prática antiga - no século 20 as sessões de cinema eram realizadas dessa forma - que permite que o público assista tudo dentro de seus próprios carros, evitando as tão temidas aglomerações. Em Presidente Prudente, conforme divulgado neste diário, os shows drive-in serão realizados entre 26 e 28 deste mês, no estacionamento do IBC Centro de Eventos, com número limitado de 80 veículos por dia. O projeto, promovido pelo governo municipal, já iniciou a seleção dos artistas (todos da cidade), e contará com nova etapa em julho. Tudo gratuito.

Os cadastros podem ser feitos até segunda-feira, pela internet. Além de minimizar os prejuízos financeiros sofridos pela classe artística durante a pandemia, a ação pode ajudar os grupos e DJ participantes a mostrarem o seu trabalho, bem como as novidades da carreira. Sem contar que, neste período, formas alternativas de garantir lazer à população, tão triste com a situação vivida, serão sempre válidas.

Uma ação inédita realizada por aqui, que só tem a acrescentar. Contribuir para que a cultura e a arte, tão apagadas ultimamente, voltem a alegrar o coração das pessoas e a acender a esperança de que dias melhores virão. #vaipassar

Veja também