Perucas podem devolver autoestima para mulheres com câncer

  • 30/10/2019 04:01

Loiro, castanho, moreno, preto, ruivo, liso, cacheado, afro, longo, médio, curto. São diversas as cores, tipos e tamanhos de cabelos femininos, características estas que podem ser modificadas ao longo de toda a vida da mulher. A mudança de estilo das madeixas está presente em diferentes momentos de sua trajetória, de acordo com o que está em voga ou para marcar uma nova fase: o início de um novo emprego, o fim de um relacionamento, o começo de outro, a proximidade de um evento importante, o amadurecimento pessoal, entre outras.

Em síntese, os cabelos são uma parte importante do visual da mulher e estão diretamente relacionados com a sua autoestima e a forma como se apresentam todos os dias perante a sociedade. No entanto, e quando uma doença como o câncer requer que elas deem adeus aos seus fios?

Para se ter uma ideia, em março do ano passado, O Imparcial publicou uma entrevista com uma sobrevivente da doença, a moradora de Pirapozinho, Luiza Elizabeth Cintra Soares, que afirmou à reportagem que, para ela, foi mais difícil perder os cabelos do que a retirada da mama. Isso porque o peito pode ser facilmente coberto com uma roupa ou uma prótese externa, mas as madeixas são visíveis, explicou. Durante a entrevista, Luiza contou que sofreu muito com a ideia de que seus fios iriam cair.

Luiza recorreu aos lenços, mas, a fim de sentirem melhor com a aparência, são muitas as mulheres que passam a usar perucas. Para atender esta demanda, grupos e entidades promovem a confecção de perucas a partir das doações de voluntárias. Pensando nisso, a Prudente Toledo Centro Universitário recebeu, no início desta semana, uma ação solidária por meio da qual uma cabelereira cortou mechas do cabelo de estudantes para serem destinadas a este fim.

Uma paciente com câncer não pode impedir que seus cabelos caiam durante o tratamento de quimioterapia, mas voluntárias saudáveis podem fazer a escolha de devolver um pouco da autoestima para aquelas que travam batalha contra a doença. Uma mecha, quando somada a tantas outras doadas, é suficiente para resgatar o sorriso de inúmeras mulheres, que encontram em algo tão singelo como uma peruca, a força para continuar, ir em frente e não se deixar abalar.