EM ANDAMENTO

Polícia recebe laudos do caso de bebê encontrado morto

Médico legista registrou a causa da morte como “indeterminada”, e não encontrou lesões no cadáver do recém-nascido; corpo estava em estado de putrefação

  • 15/05/2019 18:06
  • ROBERTO KAWASAKI - Da Redação

A Polícia Civil em Santo Anastácio continua investigando o caso do bebê encontrado morto, dentro de uma mochila escolar. O crime ocorreu no dia 26 de abril, quando uma mulher encontrou a bolsa abandonada na estrada vicinal Antônio Demétrio Zacarias. Conforme a Polícia Civil, os laudos criminalísticos e médicos foram recebidos e estão sendo estudados pela investigação.

“Estamos fazendo o levantamento de informações que chegaram ao nosso conhecimento, e que até o momento não levaram a algo concreto. Desta forma, continuamos trabalhando para solucionar o caso”, explica o delegado Geraldo Takushi. Segundo a autoridade, o laudo do IML (Instituto Médico Legal) registrou a causa da morte como “indeterminada”. “O médico legista não constatou lesões no cadáver, constatado como sendo de recém-nascido”, afirma. Na época, havia dúvidas de que o corpo pudesse ser de um feto.

O delegado ainda explica que a testemunha que encontrou o cadáver ainda não prestou esclarecimentos, uma vez que não reside no município. Demais informações foram preservadas pela Polícia Civil para não atrapalhar o andamento da investigação.

O crime

Como noticiado por este diário, o corpo do bebê foi encontrado na tarde do dia 26 de abril, abandonado dentro de uma bolsa na estrada vicinal Antônio Demétrio Zacarias, em Santo Anastácio. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o corpo aparentava estar em estado de putrefação, e foi localizado ao lado de um poste por uma senhora que caminhava pelas imediações. Diante do fato, equipes da Polícia Militar e Polícia Civil estiveram no local que passou por análise pericial.