Eleições 2020: Tupã desiste de pré-candidatura a prefeito

Nome do ex-chefe do Executivo de Prudente era cogitado para possivelmente concorrer ao pleito deste ano; decisão foi anunciada ontem pelo partido

Eleições - THIAGO MORELLO

Data 10/08/2020
Horário 20:50
Arquivo -  Partido informou ontem que Tupã desistiu “oficialmente” de participar do pleito Arquivo -  Partido informou ontem que Tupã desistiu “oficialmente” de participar do pleito Imagem: Arquivo -  Partido informou ontem que Tupã desistiu “oficialmente” de participar do pleito

Em julho deste ano, O Imparcial divulgou um levantamento que apontava a existência de pelo menos 12 pré-candidatos ao cargo de prefeito, em Presidente Prudente. Na lista, havia o nome do ex-chefe do Executivo da cidade: Milton Carlos de Mello, Tupã, a concorrer pelo DEM (Democratas). Contudo, no início desta noite, o partido informou a desistência do político, em relação à pré-candidatura.
A decisão ocorreu após reunião realizada hoje, com a diretoria do partido em Prudente, e anunciada pelo presidente do DEM, Alfredo José Penha. “Ele oficialmente desistiu. Optou por não sair”, completa. E questionado, ele complementa que ainda “é cedo” para ter qualquer outro nome para ocupar a pré-candidatura.

ELE OFICIALMENTE DESISTIU. OPTOU POR NÃO SAIR
Alfredo José Penha

Penha ainda explica que a reunião também serviu para tratar sobre os possíveis nomes que devem ser lançados como pré-candidatos à vereança, uma vez que o partido pretende ir com chapa completa. Neste ano não é permitido coligações.
A reportagem também procurou Tupã, a fim de repercutir sua decisão, assim como questionar a respeito da possibilidade de concorrer por outro partido, porém, não conseguiu resposta até o fechamento desta edição.

Eleições 2020

Os nomes já lançados ou que vierem a ser informado devem concorrer ao pleito que irá eleger prefeitos e vereadores nos dias 15 e 29 de novembro, respectivamente primeiro e segundo turno, se houver. A alteração na data, em virtude da pandemia da Covid-19, foi aprovada por meio de uma PEC (Proposta de Emenda à Constituição) e inclui ainda mudanças no calendário eleitoral, incluindo, conforme divulgado por este diário, prazos para registros de candidaturas, propaganda eleitoral e prestação de contas.

SAIBA MAIS

PP tem 12 pré-candidatos a prefeito

Votação deve ser estendida em pelo menos uma hora nas eleições municipais

Período eleitoral impede emissão de novo título e transferência de domicílio eleitoral

Eleições 2020 têm novos prazos, exclusão de biometria e auxílio de tecnologias

Para evitar contágio, TSE excluirá biometria nas eleições municipais

Eleições Municipais 2020

Câmara aprova adiamento das eleições municipais de outubro para novembro

Veja também