A valorização da ciência, saúde e sociedade na pandemia

OPINIÃO - Jair Rodrigues Garcia Júnior

Data 15/10/2021
Horário 05:00

Os primeiros meses de 2020 marcaram o início de um período de adaptações que nunca antes haviam sido exigidas em tamanha magnitude neste século. A urgência das questões sanitárias coletivas e de cuidados individuais com a saúde para o enfrentamento à pandemia requeria assimilação e ações rápidas das autoridades e da população. Os desdobramentos começaram a emergir e se ampliar nas diversas áreas, da educação à economia, dos relacionamentos sociais à cultura.  
Em razão da necessidade, houve valorização instantânea de soluções (delivery, home office, aulas online, etc) que já existiam há tempos, porém eram utilizadas ainda pela minoria. A resiliência e a adaptação para o enfrentamento das adversidades se caracterizaram como capacidades de redenção para muitos. Quanto e quão rápido cada um conseguiu se adaptar para seguir com suas atividades ou se reinventar para realizar novas atividades e empreender em novos negócios, mantendo-se ativo e altivo no período de limitações, dificuldades e também oportunidades, já pôde ser observado, e será também analisado retrospectivamente durante anos.
Nesta análise, que já está acontecendo, certamente serão incluídos capítulos de destaque para a ciência, saúde, educação e infodemia, esta última uma denominação concebida para a profusão de informações verídicas e fakes espalhadas por meio das redes sociais. No contexto que envolve simultaneamente ciência, saúde e educação, há de se enaltecer que muitos acadêmicos e pesquisadores começaram a aparecer e a serem ouvidos pelo grande público nas diferentes mídias. Tal comunicação, caracterizada sempre pela autoridade, mas também permeada de responsabilidade, ética e compromisso com a verdade, auxiliou na maior valorização da ciência e educação formal.
Diante das perspectivas da atenuação da pandemia, será necessário dar continuidade às análises, discussões e ao planejamento sobre as formas para dar prosseguimento ao trabalho, à educação, dinâmica da economia e às variadas atividades e relações sociais impactadas neste período. O Enepe 2021 pretende contribuir com algumas dessas tarefas sob o tema que intitula esse artigo. Você está convidado a participar de 18 a 22 de outubro.
 

Veja também