Após 7 meses, Isabela tenta superar a perda da mãe

Depois de sofrer acidente grave, criança ficou 29 dias internada e precisou de doação de sangue

PRUDENTE - ROBERTO KAWASAKI

Data 13/02/2021
Horário 04:05
Foto: Roberto Kawasaki
Isabela, de 4 anos, e a avó Fátima
Isabela, de 4 anos, e a avó Fátima

Desde a morte da universitária Thais dos Anjos Rosário, há sete meses, a família ainda tenta superar a dor da partida. A jovem morreu em julho do ano passado, vítima de um capotamento na Rodovia Raposo Tavares (SP-270), em Rancharia. Dentre os três sobreviventes, está a filha, Isabela dos Anjos Valera, 4 anos, responsável por trazer de volta o sorriso e a esperança na vida daqueles que não puderam se despedir de Thais. 

Na residência da família, em uma chácara em Montalvão, distrito de Presidente Prudente, as lembranças da estudante de Engenharia Civil ainda estão vivas.

Dentro do quarto, seus pertences continuam nos mesmos lugares: as roupas, os calçados, bonecas de infância, ursos de pelúcia, uma imagem de Nossa Senhora Aparecida, o capacete de engenheira, óculos de grau e um bilhete trocado com o irmão e que está grudado na porta do guarda-roupas. São detalhes que a mãe, Fátima Pereira dos Anjos Rosário, 52 anos, faz questão de não mexer.

“A confiança em Deus tem nos sustentado e ajudado a enfrentar toda essa tempestade”, afirma.

Todos os dias, a menina vai ao quarto e beija o porta-retratos com a foto da jovem. Com lágrimas nos olhos, ao lado de Isabela, Fátima observa fotografias de Thais. A criança entende que a mãe não está mais presente – momento complicado de ser dito a ela. Ainda no hospital e orientada por uma psicóloga, Fátima conversou com a criança, que ficou 29 dias internada e precisou de doação de sangue.

 “Ela perguntava sobre o noivo da mãe, falei que estava no hospital, a irmã dele também, e que ela estava ali por conta do acidente”, relembra. “Aí ela falou assim: ‘e cadê minha mamãe?’ Eu disse: ‘sua mãe não resistiu e foi para o céu’”.

“Naquele momento é o que ela precisava ouvir, então, começamos a chorar muito, mas senti que foi um alívio muito grande, porque ela só precisava daquela confirmação”, conta a avó.

Depois disso não foi nada fácil, mas aos poucos, a menina voltou a sorrir. “Está muito feliz, vai começar a estudar no colégio Anglo, será daminha de honra... Está muito bem! A convivência dela, a nova fase da vida... Se restaurou, graças a Deus”.

Neste trecho, a reportagem é “interrompida” com Isabela pedindo para a avó benzê-la com óleo ungido. Após a bênção, Fátima ganha um beijo demorado e um abraço apertado da pequena. “Ela é assim, carinhosa, igual a Thais”, conta. 

meninas isabela tenta superar a morte da mãe presidente prudente
Roberto Kawasaki - Todos os dias, Isabela vai ao quarto e beija a foto da mãe

Momentos antes do falecimento

O capotamento de carro ocorreu na noite de domingo, 5 de julho de 2020. Thais voltava de Bauru (SP) depois de passar o final de semana com a família do noivo, com quem planejava se casar neste ano. Como estava sem o cinto de segurança, acabou sendo arremessada e não resistiu aos ferimentos. A filha, o companheiro e a cunhada sobreviveram, sendo que os dois primeiros ficaram em estado grave. 

A mãe de Thais lembra que na quinta-feira anterior, a jovem estava ansiosa para o aniversário de Isabela, no dia 25 de julho. Chama a atenção que, no mesmo dia, simulou uma valsa de debutante com a filha e o irmão na cozinha da casa. Na noite seguinte, viajou para Bauru e não mais retornou para os braços da família. 

Fátima conta que, segundos antes da morte, havia conservado com ela e combinado de comerem pizza quando chegassem. A mãe foi para a igreja e, quando voltou, soube do acidente.

“Não tinha noção da gravidade, fiquei sabendo da morte quando cheguei ao HR [Hospital Regional] de Prudente. Até hoje não consigo acreditar e quando dá o horário que ela chegava em casa, fico esperando”, lamenta. “Mas a Isabela nos dá força para seguir em frente!”.

menina isabela tenta superar a morte da mãe presidente prudente
Roberto Kawasaki - Fátima explica como contou à neta sobre o falecimento

menina isabela tenta superar a morte da mãe presidente prudente
Roberto Kawasaki - Bilhete continua grudado no guarda-roupas de Thais

menina isabela tenta superar a morte da mãe presidente prudente
Pertences de Thais continuam guardados no quarto

menina isabela tenta superar a morte da mãe presidente prudente
Roberto Kawasaki - Isabela com o óculos que mãe usava na noite da morte

SAIBA MAIS

Família relembra de universitária morta em acidente

Família de Isabela busca forças após 2 perdas

Veja também