Após andar cerca de 10 km, Flávio salta e vence em Portugal

Esportes - Jefferson Martins

Data 29/07/2016
Horário 09:12
 

A conquista ocorreu no início de julho e o atleta Flávio Barbosa de Farias, 16 anos, não esconde a felicidade ao falar da medalha de ouro que ganhou no Campeonato Português de Atletismo Juvenil, disputado em Algarve, Portugal. Mas não pense que foi fácil. Após todas as dificuldades enfrentadas para conseguir o recurso para a viagem, o atleta, juntamente com o técnico, precisou "economizar" e como não tinha dinheiro para o táxi na cidade portuguesa, a alternativa foi ir para a competição andando. Além de superar os adversários no salto triplo, o jovem de Álvares Machado teve que andar cerca de 10 km, do hotel ao local de prova, antes de competir.

Jornal O Imparcial Elton e Flávio ostentam a medalha conquistada no país europeu

O treinador Elton Ribeiro de Queiroz lembra que parte dos nove dias no país europeu foi na capital Lisboa. Eles foram para a cidade do evento de carona com o time do Benfica. "Nosso hotel era longe do deles e ainda bem distante do estádio em que foi o campeonato. O problema é que área é de alto padrão e não passa transporte coletivo. Para nós ficaria muito caro ir de táxi, aí falei para o Flávio que a gente teria que ir andando", conta. O percurso duraria por volta de duas horas, porém nenhum dos dois conhecia o caminho.

"Andamos, andamos e por fim nos perdemos. Não vinha carro e os que passavam era de luxo e em alta velocidade. Chegou um momento em que eu olhei no relógio e era 9h30, tinha que estar lá às 10h, até que graças a Deus veio um carro. O motorista parou e disse que ia levar a esposa no trabalho e retornava, ele voltou e nos deixou em frente ao estádio, que coincidentemente era em frente à casa dele. Chegamos 10 minutos, por pouco perdemos tudo o que foi investido. Graças a Deus deu certo", detalha.

 

A alegria

No entanto, passados os problemas veio a alegria. "Conversei bastante com ele, tentava passar que ele não estava cansado e deu certo", comemora. Flávio atribui, ainda, parte da conquista ao treinador. "Sem ele não teria conseguido. O Elton correu atrás de tudo. Foi um período muito bom, aprendi muitas coisas, com novos treinadores, que me ajudaram bastante no desenvolvimento das técnicas", afirma o jovem atleta.

Flávio e Elton participaram ainda de um período de treinos no Centro de Alto Rendimento em Atletismo do Jamor. "Uma estrutura e organização absurdas. Conseguimos fazer contato e deixamos as portas abertas. Aprendi bastante também, além do bate-papo, o meu ex-treinador tem um contato de aproximação maior, o que dá uma confiança a mais", completa Elton.

 

SAIBA MAIS

Apoiadores

Para participar do Campeonato Português, Flávio contou com o apoio da Nabileque Incorporadora e Oeste Saúde.

 

Veja também