Aruá Hotel: memórias gloriosas

Considerado audacioso para a época, projeto do empreendimento foi concebido na década de 70

PRUDENTE - MARCO VINICIUS ROPELLI

Data 11/09/2020
Horário 04:15
Cedida - Placa que celebra a inauguração do Aruá, com a presença do prefeito Paulo Constantino 
Cedida - Placa que celebra a inauguração do Aruá, com a presença do prefeito Paulo Constantino 

“O Aruá Hotel surgiu de um sonho do meu saudoso pai [Anderson Ribeiro], que trabalhou muitos anos como um dos sócios proprietários dos Irmãos Ribeiro, e ele fazia uma função de comprador da empresa, funcionava como um atacado. Ele ia muito para São Paulo todo mês, começou a experimentar vários hotéis. E foi com esse sonho que ele projetou, para época um projeto muito audacioso, para Presidente Prudente e região um hotel desse porte”, conta Ricardo Anderson Ribeiro, proprietário do empreendimento.
O projeto concebido na década de 70, com projeto arquitetônico moderno de Egídio Albert, demorou cerca de sete anos para estar completo. Foi inaugurado em 1980, com a presença do prefeito de Prudente, na época, Paulo Constantino. Era uma sociedade anônima com vários acionistas, sendo o majoritário, a família Ribeiro. Ricardo dá todos os créditos, também, à Teresa de Almeida Ribeiro, que foi a segunda esposa de Anderson, e o ajudou a ombrear esse empreendimento.
Ricardo, na época, vivia em São Paulo e trabalhava como analista de sistemas na Prodesp (Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo). “Eu vim para somar, para ajudar, porque a minha formação era administração de empresas e com a necessidade que tinha a família, eu tive que voltar para Prudente”, ressalta.
Até os dias de hoje, Ricardo está à frente do empreendimento que, no século passado fora ousado, ao lado de alguns colaboradores que fazem parte da equipe há 25, 30, até 38 anos. Ele viu importantes personalidades se instalarem lá, cantores como Chitãozinho, Roberto Carlos, Zezé Di Camargo e Fábio Júnior. Políticos diversos. Jogadores de futebol como Ronaldo Fenômeno.

Competência e sorte

Além da competência dos serviços de hospedagem, Ricardo não deixa de dar crédito à sorte. Quando da fundação daquele prédio com 80 apartamentos, muitos duvidavam do sucesso na cidade do interior. “Nós tivemos a felicidade do governador Paulo Maluf [1979-1982] fundar a Paulipetro. A empresa veio para região tentar pesquisar petróleo e isso fez com que o início do hotel fosse praticamente com todas essas empresas que davam suporte à Paulipetro. Então, nós tivemos um grande movimento desde o início, que realmente ajudou muito a alavancar e a implantar todo o hotel naquele momento”, conta Ricardo.
Em suas quatro décadas, segundo o proprietário, o Aruá passou por três grandes reformas, sendo que a última fora muito mais profunda. “Tudo isso leva você à modernidade: internet, TV a cabo. Hoje não é mais chave, é cartão”, fala Ribeiro, demonstrando a longevidade do hotel pelas épocas. Para se ter ideia, o regulamento de inauguração do Aruá, entre os serviços adicionais, estava o Telex.

Fotos: Cedidas

40 anos do aruá hotel em presidente prudente
Aruá é um sonho concretizado de Anderson Ribeiro e Teresa de Almeida

40 anos do aruá hotel em presidente prudente
Restaurante do Aruá nos primeiros anos; ao fundo, no telefone, é o cantor e ator Fábio Júnior

40 anos do aruá hotel em presidente prudente
Inauguração do Aruá Hotel ganhou destaque

SAIBA MAIS

Aruá faz 40 anos e não para de investir 

Ampliação do Aruá terá estacionamento e agência

Veja também