Ave rara ganha admiração em avenida de Prudente

O urutau pertence à família da coruja, nativa da América Latina, e é alvo de muitos mitos de tribos e comunidades do continente.

PRUDENTE - Victor Rodrigues

Data 25/03/2015
Horário 08:58
 

Um urutau, também conhecido como "Mãe-da-Lua", foi flagrado na manhã de ontem no canteiro central da Avenida Paulo Marcondes, em Presidente Prudente. A cena rara ganhou a admiração das pessoas que passaram pelo local. Ele ficou imóvel, empoleirado no meio do canteiro. O animal ganhou atenção por viver na floresta, ter hábitos noturnos e dificilmente aparecer na zona urbana. André Gonçalves Vieira, biólogo especialista em ecologia e monitoramento ambiental da Semea (Secretaria Municipal do Meio Ambiente), explica que o bicho pode ter sido motivado a visitar Prudente devido ao avanço das cidades sobre as áreas rurais, que acabam por interferir no local de habitação dos animais silvestres. "É um dos fatores que leva o aparecimento de aves não tão conhecidas em áreas urbanas", complementa.

O urutau pertence à família da coruja, nativa da América Latina, e é alvo de muitos mitos de tribos e comunidades do continente. Ele vive tanto nas florestas densas quanto nas bordas de mata. Segundo o biólogo, o animal não oferece riscos às pessoas e é responsável pelo controle de outras espécies, por se alimentar de insetos, animais de pequeno porte como morcegos, lagartos e pequenos pássaros. "Quando alguém encontrar este pássaro, o importante é admirar, não tocá-lo, pois é um momento sublime da natureza para com o homem", comenta Vieira.

Preocupado em alguém ferir ou atropelar o bicho, um cidadão o tirou do local e o colocou em um terreno baldio. O biólogo orienta a população a não mexer com o animal em situações como esta, assim como outros animais silvestres, "devido à falta de conhecimento comportamental e fisiológico da espécie, podendo ferir tanto o animal quanto a pessoa no momento da captura". "Recomenda-se ligar para os órgãos competentes como a Polícia Ambiental, Corpo de Bombeiros e a Semea", orienta.

 

Veja também