Aves em cativeiro resultam em autos de infração, em Rancharia

Fiscalizações por parte da Polícia Militar Ambiental ocorreram na manhã de hoje em duas residências; em uma delas, os animais foram soltos no habitat natural

REGIÃO - GABRIEL BUOSI

Data 25/05/2020
Horário 10:35
Cedida | Fiscalização ocorreu no município de Rancharia Foto: Cedida | Fiscalização ocorreu no município de Rancharia

Hoje, durante patrulhamento pelo município de Rancharia, uma equipe da Polícia Militar Ambiental encontrou em uma residência oito pássaros nativos, sendo três coleirinhos papa capim, três trinca-ferro e dois sabiás barranco que estavam em sete gaiolas.

Em contato com o morador, o homem informou não ter nenhuma autorização para manter tais aves em cativeiro. “Diante dos fatos, foi lavrado um auto de infração ambiental no valor de R$ 4 mil, por manter aves da fauna silvestre em cativeiro sem autorização do órgão competente”.

Como os pássaros foram capturados recentemente e estavam em estado bravio, eles foram soltos em seu habitat natural e as gaiolas destruídas.

Já em outra residência, foram localizadas mais duas aves em cativeiro, sendo um papagaio verdadeiro e um periquitão maracanã. Segundo a polícia, como o morador não tinha autorização para manter as aves em cativeiro, foi lavrado em seu desfavor um auto de infração ambiental na modalidade advertência. “As aves apresentaram sinais de domesticação e foram encaminhadas para a Apass (Associação Protetora de Aniamais Silvestres), de Assis”.

Veja também