Basquete sobre rodas celebra 15 anos com clínicas e torneio amistoso

Entre torneios disputados em cidades como Piracicaba (SP), Uberaba (MG) e Dourados (MS), os títulos mais importantes são os da Série Bronze, de 2008, e do Campeonato Paulista da Segunda Divisão, na temporada passada.

Esportes - Jean Ramalho

Data 23/05/2014
Horário 07:31
 

Assim como ocorre com as adolescentes, que normalmente são agraciadas com um baile de debutantes, o projeto de basquete sobre rodas da FCT/Unesp (Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Estadual Paulista) – atualmente gerido em parceria com a Adapp (Associação de Desporto Adaptado de Presidente Prudente) –, não deixará passar em branco seu aniversário de 15 anos.

Menina dos olhos do professor Paulo Roberto Brancatti, a equipe prudentina receberá em sua homenagem, dois minicursos voltados ao desporto adaptado, assim como um torneio comemorativo. Os eventos serão realizados entre hoje e domingo, tanto na FCT/Unesp, como no ginásio de esportes Watal Ishibashi e no PUM (parque de Uso Múltiplo).

Jornal O Imparcial Projeto da modalidade surgiu em meados de 1999, na FCT/Unesp; time registra vários títulos

Um dos principais idealizadores do projeto, fundado em meados de 1999, Brancatti afirma que o time de basquete sobre rodas completa uma década e meia de existência com motivos de sobra para comemorar. Com dificuldades para elencar a quantidade de títulos, o professor titubeia, mas crava em oito conquistas. Entre torneios disputados em cidades como Piracicaba (SP), Uberaba (MG) e Dourados (MS), os títulos mais importantes são os da Série Bronze, de 2008, e do Campeonato Paulista da Segunda Divisão, na temporada passada.

"Ao longo desses 15 anos a gente teve muitas dificuldades para estruturar a equipe. Quando começamos não tínhamos ideia do que teríamos no futuro. Mas o trabalho foi crescendo, tomando forma, até o time se tornar apto a disputar campeonatos oficiais. Sofremos com falta de patrocínios, transporte, e até de atletas, mas hoje, vemos o fruto de todo sofrimento nos resultados", comenta Brancatti.

Os títulos foram muitos, contudo, para o docente e presidente da Adapp, a principal conquista do projeto ao longo destes 15 anos foi o incentivo e a inclusão das pessoas com deficiência ao esporte. "Não sei onde nossos atletas estariam hoje se não fosse o basquete sobre rodas. Muitos relatam que o basquete trouxe vida a eles, portanto nosso maior troféu é a inclusão social e esportiva das pessoas com deficiência", afirma.

 

Desporto adaptado


Para selar tantas conquistas, a Adapp/Unesp, em conjunto com o Sesc Thermas, promove entre hoje e amanhã, dois minicursos voltados ao esporte para pessoa com deficiência. Ainda hoje, das 8h às 12h, e das 14h às 18h, a ex-técnica da seleção brasileira feminina da modalidade, Ana Cardoso, comanda a Clínica de basquete sobre rodas, no ginásio de esportes da FCT/Unesp.

Já amanhã, o membro do CPB (Comitê Paralímpico Brasileiro), João Paulo Casteleti de Souza, desvenda os segredos da classificação funcional dos paradesportistas no minicurso intitulado Classificação funcional dos esportes paralímpicos, no Anfiteatro III da FCT/Unesp, nos mesmo horários.

 

Torneio comemorativo


Sem entrar em quadra há quase dois meses, quando venceu a AEDREHC (Associação para a Educação, Esporte, Cultura e Profissionalização da Divisão de Reabilitação do Hospital das Clínicas), de São Paulo, pelo expressivo placar de 77 a 9, a Adapp/Unesp terá jornada dupla durante os dias festivo.

Entre hoje e amanhã, a equipe prudentina recepciona o time de Ribeirão Preto (SP), além de Campo Grande e Dourados, ambas do Mato Grosso do Sul, e Lucas do Rio Verde, do Mato Grosso, para um torneio em comemoração ao seu aniversário. Os confrontos serão disputados no ginásio de esportes Watal Ishibashi e no PUM.

A Adapp/Unesp faz a partida de abertura do torneio, hoje, às 19h, no Watal Ishibashi. O mesmo local sedia ainda o duelo entre Campo Grande e Rio Verde, a partir das 20h30. Disputado na fórmula dos pontos corridos, o evento termina no domingo, com o jogo entre Adapp/Unesp e Rio Verde, às 10h30. Em meio ao certame, o time prudentino encara Ribeirão Preto, amanhã, às 15h30, em partida que será válida tanto pelo torneio comemorativo, quanto pela segunda rodada do 17º Paulista da Segunda Divisão, no grupo A.

Veja também