Campanha do Agasalho arrecada 126.760 peças

“A campanha do agasalho tem o papel de promover a cidadania e a solidariedade, atender as necessidades de quem precisa de um agasalho neste tempo frio", fala.

PRUDENTE - Rogério Lopes

Data 30/05/2014
Horário 08:26
 

A Campanha do Agasalho 2014 de Presidente Prudente arrecadou 126.760 peças entre blusas, calças, calçados e 858 cobertores. As doações foram distribuídas ontem, no pátio do TG (Tiro de Guerra), as 22 entidades participantes. De acordo com a primeira-dama Renata Guimarães Santos Mello, presidente do Fundo Social de Solidariedade de Presidente Prudente, a campanha "foi um sucesso" e superou as expectativas. Ela reconhece que a "quantidade recorde" só foi atingida graças ao empenho e a união de todos os envolvidos. Embora a cerimônia de entrega já tenha sido realizada, a presidente ressalta que as doações ainda podem ser feitas até 15 de julho, no Fundo Social ou nos pontos identificados com a caixa da campanha.

Jornal O Imparcial Representantes de 22 entidades receberam cobertores e agasalhos

Segundo Mello, foram mais de 500 pessoas envolvidas diretamente desde o início. Ela conta que a parceria das empresas, de representantes de entidades, igrejas, membros do TG, e toda população foi primordial no êxito deste ano. "Todos abraçaram a causa e se empenharam durante vários dias. Isto mostra o envolvimento de toda comunidade", conta. A presidente ainda ressalta a importância de ações como esta no meio social. "A campanha do agasalho tem o papel de promover a cidadania e a solidariedade, atender as necessidades de quem precisa de um agasalho neste tempo frio", fala.

Para o subtenente Robson José Rodrigues de Santana, chefe de instrução do TG, todos têm o dever de ajudar o próximo. "A parceria que mantemos com o Fundo Social tem o intuito de promover a formação do caráter civil dos jovens que compõem o Tiro de Guerra. A preocupação em ajudar o próximo deve ser presente em nossas vidas e propagada sempre que possível", diz.

 

Entidades


Representantes das entidades de Prudente e dos quatro distritos do município – Ameliópolis, Eneida, Floresta do Sul e Montalvão - estiveram presentes na distribuição das doações. De acordo com o membro da Paróquia São Pedro, da vila Flores, Aparecido Góes, 45, é de extrema necessidade olhar para o irmão que está ao nosso redor. "Doação é partilhar o que temos com os mais necessitados", comenta. Ele conta que os agasalhos serão distribuídos para pessoas carentes cadastradas na paróquia e, consequentemente, quem precisar. "Há um sistema de cadastro na igreja, no qual damos atendimento às famílias da comunidade", explica. Já a representante da Igreja Adventista do Sétimo Dia, da vila Marcondes, Maria José, reforça a importância de promover campanhas em prol de quem precisa. "Infelizmente, existem pessoas que não podem comprar roupas de inverno. É onde nós entramos para ajudar", expõe.

Veja também