Carreta roubada é recuperada pela PM em Santo Anastácio

Veículo foi subtraído na sexta-feira, em Itaquaquecetuba; vítima estava sendo mantida em cárcere privado

REGIÃO - ROBERTO KAWASAKI

Data 29/06/2020
Horário 09:10
Polícia Militar - Veículo está em Santo Anastácio, onde aguarda retirada pela vítima Foto: Polícia Militar - Veículo está em Santo Anastácio, onde aguarda retirada pela vítima

No sábado, uma equipe do 18º BPM/I (Batalhão de Polícia Militar do Interior) recuperou uma carreta que havia sido roubada em Itaquaquecetuba (SP). O veículo foi interceptado na Rodovia Raposo Tavares (SP-270), em Santo Anastácio.

O crime ocorreu na sexta-feira, no momento em que o motorista parou em um barracão para carregar o veículo. Na ocasião, foi rendido por três criminosos e permaneceu aos fundos do estabelecimento, enquanto era vigiado por um dos indivíduos.

De acordo com a Polícia Militar, no dia seguinte, a equipe de Presidente Prudente recebeu a informação de que um veículo Volvo/FH 440 havia sido roubado e seguia para a região. Durante patrulhamento pela Raposo Tavares, a polícia localizou o veículo e iniciou um breve acompanhamento.

Nas proximidades do km 603, em Santo Anastácio, deu sinal de parada e abordou o motorista. O homem de 53 anos, morador de Uberlândia (MG), levantou suspeita da guarnição, que verificou que ele não era o motorista contratado pela empresa transportadora.

Durante a apresentação da ocorrência na Delegacia de Polícia Civil, os policiais descobriram que o verdadeiro motorista estava sendo mantido em cárcere privado. Após diligências, ao final da tarde, a vítima foi abandonada na Rodovia Presidente Dutra, em Guarulhos (SP).

“Após um trabalho coordenado envolvendo diversos policiais militares, o veículo foi recuperado e a vítima foi localizada com sua integridade física resguardada”, salienta a Polícia Militar.

A carreta permanece em Santo Anastácio, e aguarda a retirada pela vítima.

Já o motorista detido na abordagem foi autuado por receptação e permanece à disposição da Justiça.

Veja também