Circulação de "Angústia” inicia no dia 4 de março

Começando por Venceslau, espetáculo passará por 13 cidades, uma contemplação pelo ProAc Editais, da Secretaria de Estado da Cultura

VARIEDADES - Oslaine Silva

Data 28/02/2016
Horário 11:35
 

Começa em março, no dia 4, por Presidente Venceslau, a circulação do Projeto "Angústia", de Tchekhov – Circulação Pontal, co-autoria de Celso Aguiar. O espetáculo, com dramaturgia de Cássio Pires, direção de Denilson Biguete e atuação de Thiago Cardoso e Marcus Andrade, da Companhia de Teatro Mênades & Sátiros, de Presidente Prudente, passará por 13 cidades, uma contemplação pelo ProAc Editais 2 e 14, do Governo de São Paulo, através da Secretaria de Estado da Cultura.

De acordo com Denilson, a circulação do "Angústia" possibilita expandir as áreas de ação do espetáculo. Ou seja, a companhia tem a oportunidade de receber um patrocínio e poder se deslocar para mais de uma dezena de cidades, e assim privilegiar um público que não tem acesso fácil ao teatro. E o melhor: oferecer isso gratuitamente.

Conforme ele, especialmente, essa peça vai falar da história de um homem já idoso que mora no campo, e com a morte do seu filho tem que ir para a cidade grande, onde lidar com a adaptação em um novo lugar, a tantas mudanças, além da angústia e solidão pela perda do filho, é muito difícil.

Jornal O Imparcial No palco encenam Marcus Andrade e Thiago Cardoso, da Cia Mênades & Sátiros, de PP

"E iremos para cidades pequenas que vivem essa realidade de pessoas que saem do campo e vão para a cidade e em nossa região, ao contrário, pelo grande número de assentamentos que temos. Por isso chamamos circulação pontal, porque queremos chegar especificamente nessas regiões. Atingir esse público e discutir um pouco sobre quais traumas enfrentam ao deixarem seus espaços", explica o diretor.

E complementa: "A encenação é muito intimista, está bem perto da plateia. É um espetáculo muito forte, potente expressionista no sentido da encenação que toca quem assiste, pois pela história de amor absoluto pelo filho, todos acabam se identificando", destaca.

 

Bem cultural


Denilson pontua que "Angústia" dialoga aos sentidos vivenciados dos populares do oeste paulista, feitos do imaginário, amalgamando assim como Iona Potapov (o pai), o sentido de seus pesares e calando em si a verdade que a muitos quisera contar.

Para ele, oportunizar esses populares da apresentação do espetáculo, além de favorecer a esses aspectos tão comuns e infligidos aos seus inconscientes, permite o diálogo ao um bem cultural do qual tiveram pouco ou nenhum acesso. O que é o objetivo fundamental resgatar e ampliar o debate sobre as instâncias férteis da constituição do Grupo Teatral, seus desafios, percursos e reinvenções. Suas estratégias e ações na construção de uma identidade de natureza técnica, ética e estética.

Discutir os processos para a construção dos territórios de ação, dos esforços organizativos para o estreitamento de relações com a comunidade e as dimensões das políticas públicas, com a formação do espectador, com os processos de recepção da linguagem, com a atuação dos agentes transformadores, e, sobretudo, discutir o grupo teatral como uma instituição de resistência e autonomia, a qual busca sua matriz na criação cênica, na instalação de procedimentos de aprendizagem, experimentações e nas práticas de treinamentos, nos seus modos de produção e na estruturação dos seus componentes identitários.


 

PROGRAMAÇÃO


 

MARÇO


 

ESPETÁCULO "ANGÚSTIA"


 

Presidente Venceslau


Dia 4, sexta, às 20h, Anfiteatro Nelson Reis Oberlander

 

Presidente Epitácio


Dia 5, sábado, às 20h, Centro de Estudos Ambientais

 

Presidente Bernardes


Dia 12, sábado, às 20h, Clube da Associação Atlética Bernardense

 

ABRIL


 

ESPETÁCULO "ANGÚSTIA"

 

Rancharia


Dia 1, sexta, às 20h, Teatro Municipal

 

Martinópolis


Dia 2, sábado, às 20h, Centro de Eventos São João Batista

Distrito de Vila Escócia

 

Taciba


Dia 9, sábado, às 20h, Anfiteatro Municipal Vera Vinha

 

Anhumas


Dia 10, domingo, às 20h, Sala de Exibição de Filmes

 

Pacaembu


Dia 15, sexta, às 20h, Danceteria Night

 

MAIO


 

ESPETÁCULO "ANGÚSTIA"

 

Regente Feijó


Dia 1, domingo, às 20h, Anfiteatro Municipal

 

Junqueirópolis


Dia 6, sexta, às 20h, Casa de Cultura

 

Mirante do Paranapanema


Dia 7, sábado, às 20h, Centro Comercial Nicolas Elias Saad

 

Álvares Machado

Dia 8, domingo, às 20h, Ginásio de Esportes

 

Presidente Prudente


Dia 15, domingo, às 20h, Centro Cultural Matarazzo

 

Veja também