Como estão os salões e barbearias na fase amarela? 

Empresários afirmam respirar “mais aliviados” com a permissão de funcionamento, mesmo com as limitações impostas pelo Estado

PRUDENTE - GABRIEL BUOSI

Data 28/10/2020
Horário 04:00
Weverson Nascimento - Movimento no Salão Beleza Vip aumentou em 30%
Weverson Nascimento - Movimento no Salão Beleza Vip aumentou em 30%

A chegada da fase amarela do Plano São Paulo na região de Presidente Prudente no dia 4 de setembro trouxe a sensação de alívio para todo o comércio local, que mesmo com as limitações, como a capacidade de atendimento e limitação de horários, poderia voltar aos poucos sua rotina de vendas. Um dos setores que tem colhido bons frutos com essa retomada é o de salões de beleza e barbearias, que, até então, não podiam exercer suas atividades, mas que, gradativamente, sentem impactos positivos no movimento e, consequentemente, no faturamento, que por muito tempo ficaram paralisados.
No Salão Beleza Vip, por exemplo, a fase amarela trouxe uma “boa alavancada” no movimento de clientes, com uma demanda hoje maior em 30% se comparada com os primeiros dias de atividade durante a pandemia. De acordo com a proprietária Gislene Ramires Galvão, o serviço, no entanto, precisou ser adaptado ao que era antes da Covid-19. “Eu tinha um salão maior e com uma equipe de sete pessoas. Hoje, reduzi para três e tive que mudar de local, tudo por causa da pandemia”, afirma. 
Em relação ao atual movimento, ela afirma que o caixa tem ajudado a pagar as contas, mas lembra que “o dinheiro não está sobrando”. Sobre as medidas de segurança com a saúde, afirma que todos os protocolos são seguidos, com a obrigatoriedade de máscaras para clientes e funcionários, disposição de álcool em gel na entrada do salão, e com a higienização de escovas, pentes e lavatórios. “O agendamento é feito uma por vez, com pelo menos 30 minutos entre as clientes, para fazer a organização e higienização, e para evitar aglomerações”. 
Ela finaliza ao comentar que sim, a fase amarela trouxe benefícios, mas ressalta que é preciso ampliar ainda mais as atividades hoje em dia, visto que o setor de beleza vive de eventos, casas noturnas e bares. “Precisamos desse tipo de comércio para voltar ao nosso normal. De qualquer forma, estamos sim em uma fase melhor e tenho muito a agradecer”. Vale ressaltar que, recentemente, a Prefeitura permitiu, por meio de decreto, a retomada de eventos na cidade, claro, com diversas exigências em relação aos protocolos sanitários e redução no horário das festividades.

E o movimento nas barbearias?

O proprietário da Barbearia Silveira, Daniel Silveira, comenta que a mudança de fase no início de setembro foi positiva para o estabelecimento, que, até então, não poderia funcionar, o que não gerava nenhum tipo de renda. “Os clientes já voltaram e tivemos uma melhora sim no nosso movimento, o suficiente pelo menos para pagar as nossas contas básicas, como aluguel e luz”, afirma. 
Como recomendado, a barbearia tem seguido todos os protocolos de saúde para a prevenção à Covid-19, como o uso de álcool em gel, distanciamento social e distanciamento de horários na agenda, que agora atende um cliente por hora, para evitar aglomerações, e cuidados de higiene com os equipamentos, como tesouras, lavatórios e cadeiras, que são esterilizados a cada atendimento. “Trabalhar somente com agendamentos é uma estratégia para promover o distanciamento e para cumprir os protocolos recomendados”, ressalta Daniel. 

Fotos: Weverson Nascimento 

movimento salões de beleza e barbearias presidente prudente fase amarela
Barbearia segue os protocolos recomendados, como o uso de máscaras no local 

movimento salões de beleza e barbearias em presidente prudente fase amarela
Gislene afirma ser grata pela leve retomada da fase amarela

SAIBA MAIS

Região permanece na fase amarela do Plano São Paulo

Prefeitura autoriza retomada de eventos sociais em Prudente

Veja também