CPJ deflagra operação contra furto e associação criminosa

Estrangeiros investigados tinham como alvo clínicas médicas; em Prudente, equipamentos furtados foram avaliados em R$ 220 mil

REGIÃO - ROBERTO KAWASAKI

Data 24/09/2020
Horário 10:58
Polícia Civil - Operação Panacea cumpre mandados em São Paulo Polícia Civil - Operação Panacea cumpre mandados em São Paulo Imagem: Polícia Civil - Operação Panacea cumpre mandados em São Paulo

A CPJ (Central de Polícia Judiciária) de Presidente Prudente, deflagrou nesta manhã a Operação Panacea, com desdobramentos na capital paulista. O objetivo é cumprir mandados de busca e prisões temporárias por furto qualificado e associação criminosa que fez vítimas na região.  

Conforme a Polícia Civil, a operação conta com apoio da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Ourinhos, setor de capturas do Dope (Departamento de Operações Policiais Estratégicas) de São Paulo, bem como das polícias civis de Juiz de Fora (MG) e Goiânia (GO).

De acordo com o delegado Mateus Nagano da Silva, as investigações iniciaram no dia 29 de junho, após o furto qualificado em uma clínica médica em Prudente.

Na época, foram subtraídos equipamentos médicos avaliados em aproximadamente R$ 220 mil.

No decorrer das investigações, os autores foram identificados. O grupo possui nacionalidade estrangeira, sendo três colombianos e um boliviano.

Ainda, foi possível esclarecer que eles também foram os responsáveis por um furto a outra clínica médica, esta, em Ourinhos (SP). O prejuízo estimado foi de R$ 800 mil.

Segundo a Polícia Civil, os mandados de busca e apreensão foram cumpridos. No entanto, os autores não foram localizados.

Veja também