Exposição de mosaicos no Matarazzo encerra na sexta

Em cada uma das obras, é possível atestar a linguagem de Mara Soares, que se manifesta evidenciando além de criatividade, a sensibilidade na diversidade de seu trabalho 

VARIEDADES - OSLAINE SILVA

Data 16/12/2020
Horário 07:40
Foto: Weverson Nascimento
Mara diz que participou de vários muralismos fora, que podem ser vistos em sua página
Mara diz que participou de vários muralismos fora, que podem ser vistos em sua página

Você é um apreciador de belas artes, seja ela de distintos segmentos? Então se ainda não viu ainda dá tempo de conferir, até sexta-feira no Espaço Armazém do Centro Cultural Matarazzo, de Presidente Prudente, coordenada pelo governo municipal, por meio da Secult (Secretaria Municipal de Cultura), a exposição de obras da mosaicista Mara Soares, onde ela embute pedacinhos e tesselas de materiais criando imagens incríveis, desde a arte decorativa à contemporânea. 
Em cada uma de suas 30 peças expostas, é possível atestar a linguagem dessa artista que se manifesta traduzindo e evidenciando além de criatividade, a sensibilidade na diversidade de seu trabalho que dá origem à luz!
De acordo com o produtor cultural local, Adolfo Tiago Ferreira Lima, é importante ter a oportunidade de dar espaço e visibilidade à arte com mosaicos, porque por mais que seja uma arte milenar, o mosaico ainda é pouco difundido no interior, nesse caso no oeste paulista, e a Mara Soares defende essa área. 
“Ela é uma artista que batalha e se dedica a difundir essa arte. E sua escolha pelo Matarazzo justifica-se exatamente por se tratar de um espaço que agrega, que recebe, oferece acesso a pessoas de diferentes classes sociais, etnias que visitam, enfim... o que é mais importante ressaltar é que justamente não tem idade para apreciar sua arte, porque as próprias crianças se interessam por seu trabalho. Ela consegue provocar a todos, não só falando do mosaico, mas da arte como um todo”, ressalta.
E depois sim, conforme acrescenta, ela canaliza, provoca essas pessoas a conhecerem mais sobre aquilo. “Porque numa exposição muitas vezes o importante não é só vender, mas, além disso, gerar uma teia, o essencial, apresentar como ela cria, o que ela faz, de que maneira, quem é ela, de onde vem, de onde adquire a matéria-prima. Ou seja, oferecer uma multiplicidade de informações para uma multiplicidade de pessoas que frequentam o local”, destaca o produtor.

Uma nova mostra a caminho

Segundo Mara, já está prevista para o mesmo período de 2021, uma nova exposição. No momento, ela está terminando uma pós-graduação em Neuropsicopedagogia. “Embora as dificuldades que todo o mundo está enfrentando, eu não tenho do que reclamar. Atingi todas as minhas expectativas, participei de vários muralismos fora, que podem ser vistos em minha página. Apesar de tudo, foi um ótimo ano, profissionalmente, pra mim”, destaca a mosaicista. Dentre suas obras expostas, Frida Calo foi sucesso absoluto!

Fotos: Werverson Nascimento

Artista e se dedica a difundir a arte do mosaico no oeste paulista


Público diversificado aprecia trabalho da prudentina no local

Veja também