Fioravante Scalon: “líder engajado nas causas do desenvolvimento regional”

Ex-diretor regional do Ciesp/Fiesp faleceu nesta terça-feira, aos 77 anos; família ainda aguarda informações sobre as causas da morte

PRUDENTE - DA REDAÇÃO

Data 02/02/2022
Horário 16:50
Foto: Cedida/Arte O Imparcial
Fioravante atuou como diretor regional do Ciesp/Fiesp em Prudente 
Fioravante atuou como diretor regional do Ciesp/Fiesp em Prudente 

Faleceu nesta terça-feira, aos 77 anos, na capital paulista, o empresário Fioravante Scalon, que já foi diretor regional do Ciesp/Fiesp (Centro e Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) de Presidente Prudente. Além da forte atuação na entidade civil, Fioravante também era sócio-administrador da Retífica Aurora, empresa prudentina especializada no ramo de automotores. A família ainda aguarda informações oficiais sobre as causas da morte. 
O irmão, Lídio Scalon, diz que Fioravante sempre trabalhou em prol de Prudente e região, trazendo, por exemplo, escolas do “Sistema S” – conjunto de instituições Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial), Sesi (Serviço Social da Indústria), Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial) e Sesc (Serviço Social do Comércio). “Ele era um cara que se dispunha muito a fazer isso”, recorda.
Dedicação ao trabalho também era um lema do empresário, pontua o irmão. “Um guerreiro! Não desistia nunca. Trabalhava dia e noite, sábado e domingo. Ele sempre conseguiu bons relacionamentos [em níveis municipal, estadual federal], além de ser um ótimo conciliador. Ele ajudava todo mundo, por isso deixou um bom legado”, enfatiza.
Além de atuar como diretor regional do Ciesp/Fiesp, Dante, como também era conhecido, ocupou a cadeira de vice-presidente estadual da Fiesp, relembra o irmão. Neste período, inclusive, ele conta que Fioravante conseguiu aplicar ações para o desenvolvimento da agricultura no Estado.

Um líder engajado

O atual diretor regional do Ciesp/Fiesp, Itamar Alves de Oliveira Junior, diz que Fioravante sempre foi uma pessoa dinâmica e um líder engajado nas causas do desenvolvimento regional, e, que, durante sua gestão como diretor da entidade civil, ajudou a projetar as indústrias no cenário nacional. “Uma grande perda! Seus conselhos e ideias farão falta a todos nós. Nossa solidariedade à esposa, filhos, familiares e amigos”, detalhou.
O atual vice-presidente do HE (Hospital de Esperança), Francelino de Souza Magalhães, que já atuou como um dos diretores da regional do Ciesp/Fiesp, pontua que Dante veio de uma família humilde, e através do trabalho e dedicação, conseguiu alcançar posições relevantes em Prudente e região. 
Amigos desde meados de 1962, quando ingressaram no Tiro de Guerra, juntos também trouxeram grandes contribuições para a capital do oeste paulista através do Ciesp/Fiesp. “Junto ao Ciesp/Fiesp conseguimos prover alguns trabalhos importantes, como a instalação da sede da unidade nas proximidades do Parque do Povo. Além disso, trouxemos o Conjunto Habitacional Mário Amato, duas escolas Sesi, bem como cursos no Senai”, recorda Francelino. “De maneira geral, o Dante foi muito importante para nossa cidade e região, e para os seus familiares. Sua partida deixa uma lacuna muito grande. Ele será lembrado por uma pessoa humildade que venceu”, acrescenta.  
O amigo de longa data também conta que, em meados de 1967, quando atuava como vendedor, viu um lembrete que dizia: “Mais valem os erros dos que decidem, do que as indecisões dos que não erram”. “Essa foi uma filosofia de vida que eu aprendi, e, que, com certeza, o Scalon também pelo seu empreendedorismo e coragem”. 
Em julho do ano passado, a chapa de Rafael Cervone foi eleita a nova diretoria estadual do Ciesp/Fiesp. A presidência, inclusive, contava com a participação de Fioravante Scalon, que já atuou como diretor da regional de Presidente Prudente.

Luto oficial

Nas redes sociais, o prefeito de Presidente Prudente, Ed Thomas (PSB), informou sobre o falecimento do empresário, que, segundo ele, marcou época na cidade ao dedicar três décadas de atuação frente ao Ciesp/Fiesp. “Mais do que isso, era um amigo e conselheiro, comprometido com o progresso e desenvolvimento de Prudente e região. Que Deus possa lhe conceder o descanso eterno”.
Nesta quarta-feira, inclusive, o prefeito decretou luto oficial de três dias no município de Presidente Prudente, em sinal de pesar pelo falecimento do empresário.

Fioravante deixa a esposa, três filhos, noras e netos. O corpo foi velado na Casa de Velório Interplan de Presidente Prudente, e o sepultamento ocorreu na tarde desta quarta-feira, no Cemitério Municipal São João Batista

Veja também